Lançamento do ‘Pergunte ao Secretário!’ e capacitação de pré-candidatos são destaques de maio de 2020

Bancada do Republicanos na Câmara também defendeu o adiamento do Enem em razão da pandemia da Covid-19

Publicado em 07/01/2021 - 10:00

Brasília (DF) – O mês de maio foi marcado pelo agravamento dos casos do novo coronavírus (Covid-19) em todo o Brasil. Mesmo com o lockdown em várias regiões do país, com o fechamento de várias instituições com o objetivo de manter o distanciamnto social, o Republicanos definiu estratégias para garantir o atendimento aos seus filiados e pré-candidatos, com a relaização de lives e disponibilização de serviços on-line de atendimento.

Quadro Pergunte ao Secretário!

Em maio, os filiados do Republicanos passaram a contar com um canal exclusivo para esclarecer dúvidas e questionamentos com o lançamento do quadro “Pergunte ao Secretário!”, apresentado por Evandro Garla, secretário nacional, semanalmente. O republicano responde perguntas de filiados sobre dúvidas comuns que chegam até os canais de comunicação do partido. “O quadro ‘Pergunte ao Secretário!’ é um canal para a resposta de dúvidas frequentes que chegam por meio dos canais de relacionamento com os filiados do nosso partido e mantem todos sempre bem informados”, disse Garla.

Workshop preparatório para as Eleições 2020

A pandemia provocada pelo novo coronavírus (Covid-19) mudou totalmente as dinâmicas de trabalho e estudo. Diante deste novo contexto, mas pensando justamente na necessidade de seguir em frente e preparar os pré-candidatos para as Eleições 2020, a Fundação Republicana Brasileira (FRB) levou para o ambiente on-line o tradicional Workshop Eleitoral. “São cursos de qualidade com profissionais renovados. O Workshop Eleitoral FRB 2020 disponibilizou seis cursos 100% gratuitos: Marketing Político, Sistema Eleitoral, Oratória, Conservadorismo e Valores Republicanos, Prestação de Contas e Propaganda Eleitoral. Esse rico material foi indicado para pré-candidatos, assessores jurídicos e de comunicação, futuros gestores e inúmeros profissionais que quiseram se aprofundar no mundo político”, explicou Junqueira.

Lives com orientações para pré-candidatos

A Agência Republicana de Comunicação (Arco) promoveu uma série de lives na página do Republicanos no Facebook e Instagram para orientar pré-candidatos sobre as Eleições 2020.

A primeira trouxe esclarecimentos sobre o que pode ou não ser feito durante a pré-campanha eleitoral, com os advogados Flávio Britto e Carla Rodrigues, especialistas em Direito Eleitoral. Na abertura, Britto  destacou a importância de o pré-candidato ficar atento quanto às regras eleitorais, muitas delas criadas em razão da popularização das redes sociais ou em decorrência de problemas identificados pela Justiça Eleitoral.

Em um segundo encontro, o especialista em Marketing Político, Fernando Vieira, falou sobre “Marketing na pré-campanha sem sair de casa”. Dentre os assuntos abordados, como o marketing pode contribuir com a pré-campanha no momento de pandemia, ferramentas digitais, discursos e como utilizar as redes sociais.  Veja a matéria completa AQUI.

Convenções on-line

Também em maio, parecer da área técnica do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) (leia a íntegra aqui) apontou a viabilidade da realização das convenções partidárias pela internet. O posicionamento foi em resposta a uma consulta eleitoral feita pelo Republicanos, que, diante da pandemia do novo coronavírus (Covid-19), questionou sobre a viabilidade de fazer as convenções sem a necessidade de aglomeração física.

Enem 2020

A bancada do Republicanos na Câmara também defendeu o adiamento do Enem em razão da pandemia da Covid-19 no Brasil. “Não podemos permitir que essa prova aconteça este ano. Há muitos jovens em situação de vulnerabilidade, que estudam em colégios públicos e não têm a possibilidade de ter aulas remotas como alunos de escolas particulares”, justificou o deputado federal Vinicius Carvalho durante sessão remota da Câmara.

O presidente nacional do Republicanos, deputado federal Marcos Pereira (SP), também concordou que muitos estudantes estão sendo prejudicados. “Tenho recebido centenas de pedidos de alunos e entidades estudantis em busca de apoio para o adiamento do Enem. Vou abrir um diálogo com o Ministério da Educação para fazer essa ponderação”, afirmou.

Por Agência Republicana de Comunicação (ARCO)

Reportar Erro
Send this to a friend