Republicanos é o partido que mais recebe filiados no Brasil

Com 43 deputados federais, o partido foi o que mais cresceu em números de filiados entre outubro de 2018 e abril de 2022

Publicado em 17/05/2022 - 09:04

Brasília (DF) – O Republicanos continua sendo o partido que mais recebe filiados no país. Entre outubro de 2018 e abril de 2022, o partido recebeu 99.412 novas filiações. Nos últimos quatro anos, as novas filiações ao partido representaram um crescimento de 25%. É o que comprova um levantamento do site Poder 360 com base em dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Com 498.103 filiados e perfil conservador, o Republicanos tem se posicionado como uma das principais forças políticas no cenário nacional, reforçando o projeto político para as eleições de 2022. “Resultado de um projeto sólido, que tem agregado cada vez mais lideranças, e que carrega em sua essência o compromisso de transformar a nação”, destacou o deputado federal  Marcos Pereira (SP), presidente nacional do Republicanos.

Fonte: Poder 360, com informações do TSE/Arte: ARCO

Além de manter a liderança no número de filiados, o Republicanos teve um dos melhores desempenhos durante a janela partidária – período entre 3 de março e 1º de abril em que deputadas e deputados federais, estaduais e distritais podem trocar de partido sem perder o mandato.

Com a chegada de 16 novos parlamentares, o Republicanos foi o segundo partido que mais recebeu filiações durante este período, com 43 deputados federais e se destacando como a sexta maior bancada na Câmara. O resultado eleva a posição do Republicanos entre os demais partidos, se posicionando como uma das principais forças políticas do país.

“Esse crescimento positivo e vertiginoso demonstra a credibilidade do único partido 10 do Brasil junto à sociedade”, avalia o deputado federal Márcio Marinho(BA), vice-presidente nacional do Republicanos.

Além da chegada de novos deputados federais, o partido recebeu a filiação do vice-presidente da República, General Hamilton Mourão, pré-candidato ao Senado pelo Rio Grande do Sul. O partido também contou com a filiação do ex-ministro da Infraestrutura, pré-candidato ao governo de São Paulo, e de Damares Alves, ex-ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos.

E para ampliar a força do partido nos estados, o Republicanos conquistou as filiações dos governadores do Tocantins, Wanderlei Barbosa, e do governador de Santa Catarina, Carlos Moisés, pré-candidatos à reeleição, além do vice-governador de Mato Grosso, Otaviano Pivetta.

Outros nomes importantes se juntaram ao partido, dentre eles, a ex-secretária nacional de Políticas para Mulheres e atual ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Cristiane Britto, que reforça as pautas femininas e o projeto do partido em garantir cada vez mais a participação das mulheres nos espaços de poder.

Texto e arte: Agência Republicana de Comunicação – ARCO 

 

Reportar Erro
Send this to a friend