“O Brasil deve isso aos profissionais de enfermagem”, diz Vinicius Carvalho sobre piso salarial da categoria

Proposta que fixa piso salarial dos profissionais da Enfermagem em R$ 4.750 é aprovada pela Câmara e segue para sanção presidencial

Publicado em 13/07/2022 - 10:04

Brasília (DF) – Foi aprovada, pelo plenário da Câmara dos Deputados, o primeiro turno da Proposta de Emenda à Constituição do piso da Enfermagem (PEC 11/22). Para o líder do Republicanos, Vinicius Carvalho (SP), a aprovação é mais do que gratidão, é uma questão de Justiça.

“A enfermagem é uma das poucas profissões da área da saúde que ainda não tem piso salarial. É impossível não mencionar a bravura desses profissionais durante os dois anos de pandemia da Covid, mas os 425 votos a favor do piso da enfermagem, aprovado hoje neste plenário, é mais do que reconhecimento, é uma questão de Justiça. O Brasil deve isso aos profissionais da enfermagem”.

Na semana passada, o texto foi aprovado na Comissão Especial, sob a presidência do republicano Julio Cesar Ribeiro (DF) “Trabalhamos firmemente para que essa proposta pudesse avançar garantindo segurança jurídica para a classe. Estou muito feliz por essa vitória e tenho certeza que esse é apenas o ponto de partida para que a categoria conquiste mais avanços em sua profissão”, disse.

O piso salarial de enfermeiros passará a ser de R$ 4.750,00; o de técnicos de enfermagem, R$ 3.325,00; e o de auxiliares e de parteiras, R$ 2.375,00. A PEC, que já havia sido aprovada pelo Senado Federal, ainda precisa ser aprovada no 2º turno pela Câmara para ser promulgada.

Texto: Fernanda Cunha, com edição de Mônica Donato / Ascom da Liderança do Republicanos na Câmara
Fotos: Douglas Gomes

Reportar Erro
Send this to a friend