Márcio Marinho quer ampliar direitos de conselheiros tutelares

Republicano apresentou proposta que prevê os mesmos direitos e vantagens dos servidores públicos municipais.

Publicado em 18/10/2014 - 00:00

marcio-marinho-prb-quer-ampliar-direitos-de-conselheiros-tutelares-foto-douglasgomes-17-10-2014
Republicano apresentou proposta que prevê os mesmos direitos e vantagens dos servidores públicos municipais.

 

Salvador (BA) – Conselheiros Tutelares de todo o país poderão ter os mesmos direitos e vantagens dos servidores públicos municipais. É o que prevê o Projeto de Lei nº 8009/14, de autoria do deputado federal Márcio Marinho (BA), em tramitação na Câmara.

No texto do documento o parlamentar explica que os conselheiros tutelares exercem relevante serviço público e tem suas atribuições previstas em lei. “São inúmeras as medidas que esses profissionais adotam para garantir diuturnamente que os direitos de nossas crianças e adolescentes sejam respeitados, entretanto esses profissionais não têm tido o reconhecimento merecido”, afirmou Marinho.

O republicano ressaltou que a categoria obteve alguns avanços e que alguns direitos foram assegurados tais como cobertura previdenciária, gozo de férias anuais remuneradas acrescidas de um terço do valor da remuneração mensal, licença maternidade e paternidade além de gratificação natalina, mas acredita que ainda há muito a fazer.

“Apenas o reconhecimento desses direitos não é o suficiente pois os conselheiros são servidores públicos e devem receber o mesmo tratamento aplicado aos demais servidores”, assegura Marinho. O parlamentar destaca que tal medida reconhece e beneficia os conselheiros tutelares valorizando o serviço prestado e fazendo justiça a esses profissionais.

 

Texto: Ascom – deputado federal Márcio Marinho
Foto: Douglas Gomes

 

Eu repórter republicano

Quer ser um repórter republicano e ver sua matéria publicada no novo portal PRB? É muito simples. A Agência PRB Nacional disponibiliza um contato direto para receber todo o conteúdo (textos e fotos). Anote aí o e-mail: pautas@prb10.org.br. Viu como é fácil? Agora é só participar e nos ajudar a manter esse canal sempre atualizado.

Reportar Erro