Aprovada PEC de Ronaldo Martins que classifica homicídio doloso como crime imprescritível

“Permitir que um crime desta gravidade prescreva é a confissão de incompetência do Estado em garantir direitos”, comentou o republicano

Publicado em 24/11/2016 - 00:00

Aprovada PEC de Ronaldo Martins que classifica homicídio doloso como crime imprescritível
“Quando um crime prescreve, o Estado e a parte interessada na punição perdem direito à justiça”, explicou Martins

Brasília (DF) – A Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania ( CCJC ) aprovou, na quarta-feira (23), a Proposta de Emenda à Constituição (PEC), do deputado federal Ronaldo Martins (PRB-CE), que torna imprescritível o crime de homicídio doloso, ou seja, quando uma pessoa comete um assassinato intencionalmente.

“Quando um crime prescreve, o Estado e a parte interessada na punição perdem direito à justiça. Permitir que um crime desta gravidade prescreva é a confissão de incompetência do Estado em garantir direitos. A vida, ou a perda dela, não pode ser celebrada com ineficiência ou com a inoperância”, argumenta Martins.

A proposta acrescenta inciso ao art. 5º da Constituição Federal, que trata dos direitos fundamentais. “A Carta Magna consagrou a vida como o bem jurídico mais precioso dentre as leis ordenamento brasileiro, portanto, não há lógica em dedicar ao homicídio doloso menos gravidade do que os crimes contra a ordem constitucional, cometidos por grupos armados, civis ou militares”, justifica o republicano.

Texto: Fernanda Cunha / Ascom – Liderança do PRB
Foto: Douglas Gomes

 

Eu repórter republicano

Quer ser um repórter republicano e ver sua matéria publicada no Portal PRB? É muito simples. A Agência PRB Nacional disponibiliza um contato direto para receber todo o conteúdo (textos e fotos). Anote aí o e-mail: [email protected]. Viu como é fácil? Agora é só participar e nos ajudar a manter esse canal sempre atualizado.

Reportar Erro
Send this to a friend