Eleição do novo líder da bancada marca o mês de dezembro

A eleição do deputado Hugo Motta para liderar a bancada, a aprovação do Fundeb permanente e as motivações para eleição da Câmara são os destaques de dezembro de 2020

Publicado em 18/01/2021 - 14:01

Brasília (DF) – A eleição do novo líder da bancada do Republicanos na Câmara dos Deputados, as movimentações dos deputados federais para eleição da Mesa Diretora e a aprovação do  Fundeb foram os destaques do Republicanos no mês de Dezembro de 2020. 

Hugo Motta é eleito líder da bancada

O deputado federal Hugo Motta foi eleito para liderar a Bancada Republicana em 2021. “Agradeço aos colegas parlamentares pela confiança. Nosso compromisso é muito claro: defender os interesses da nação e do nosso povo com a força do Republicanos”, disse.

Hugo Motta foi o deputado mais jovem da história do Brasil, eleito pela primeira vez aos 21 anos, em 2010. Atualmente, aos 31 anos, ele exerce seu terceiro mandato no Parlamento.

Fundeb passa a ser permanente

Outro assunto de destaque no último mês do ano foi a aprovação do Projeto de Lei nº 4372/20, que regulamenta o novo Fundo Nacional da Educação Básica (Fundeb). 

O deputado federal Luizão Goulart (PR) comemorou a regulamentação. “O novo Fundeb, que agora é permanente, maior e mais redistributivo, será fundamental para a retomada das atividades escolares no ano de 2021”, afirmou o parlamentar.

O texto determina as novas regras de distribuição de recursos a estados e municípios a partir de 1º de janeiro de 2021, quando o Fundeb passa a ser permanente.

Movimentações para eleição da Câmara

No dia 16 de dezembro, o Republicanos declarou apoio à candidatura do deputado Arthur Lira para a presidência da Câmara dos Deputados. Em Nota à imprensa, o partido afirmou que a decisão visa fortalecer o projeto de mudança e trabalhar para que a Câmara seja independente, porém de forma harmônica com os demais poderes.

O deputado federal e presidente nacional do Republicanos, Marcos Pereira (SP), abriu mão de formar um terceiro bloco para concorrer, mesmo tendo conquistado a simpatia de parte dos partidos do centro e da oposição.

Para o Republicanos, “O Poder Legislativo não pode ser utilizado como uma trincheira contra os demais poderes nem como base para disputas pessoais que envolvam as instituições de Estado. O Brasil é maior que tudo isso”, destacou a nota enviada à imprensa anunciando o apoio a Lira.

Por Agência Republicana de Comunicação – ARCO

Reportar Erro
Send this to a friend