auxílio emergencial bloqueado

Teve o auxílio emergencial bloqueado? Saiba como desbloquear

Trabalhador deve acessar o aplicativo Caixa Tem. Em “Liberar acesso”, virá o link para que o cidadão acesse o WhatsApp da CEF

Publicado em 30/07/2020 - 11:00

Brasília (DF) – Os beneficiários do auxílio emergencial que tiveram contas bloqueadas por inconsistência cadastral podem realizar o desbloqueio pelo Caixa Tem, aplicativo da Caixa Econômica Federal.

Para isso, basta seguir as orientações do aplicativo para enviar a documentação, de acordo com informações divulgadas pelo banco. A parcela paga pelo governo é de R$ 600, mas pode chegar a R$ 1,2 mil no caso de mães chefes de família.

Ao todo, a Caixa Econômica Federal bloqueou cerca de 1,3 milhão de contas. Quem teve o auxílio emergencial bloqueado tem a opção de desbloqueio pelo WhatsApp. Está disponível para aproximadamente 640 mil cidadãos com pendências referentes à documentação para ter o benefício.

Para quem está com acesso negado por indício de fraude, o que envolve mais 660 mil trabalhadores cadastrados, o desbloqueio só ocorre nas agências, conforme calendário que leva em conta o mês de aniversário do beneficiário.

Auxílio emergencial bloqueado: como fazer o desbloqueio

Primeiro, o trabalhador deve acessar o aplicativo Caixa Tem. Em “Liberar acesso”, virá o link para que o cidadão acesse o WhatsApp da Caixa. É por lá que serão enviados os documentos necessários.

Segundo a CEF, será preciso enviar apenas um documento de identificação e uma selfie. Basta tirar fotos, que devem ter formados específicos, como JPEG ou PDF.

O documento de identificação pode ser o RG ou a CNH (Carteira Nacional de Habilitação). Nos dois casos, a foto a ser enviada deve ser feita em um local iluminado e todos os dados devem estar legíveis, sem borrões.

Bloqueio por suspeita de fraude

Ao acessar o Caixa Tem, aparecerá a seguinte informação: “É necessário regularizar seu Acesso. Procure uma agência, de acordo com seu calendário de recebimento”.

Como enviar a documentação que falta

  1. O beneficiário deve estar logado no Caixa Tem;
  2. Após receber a primeira mensagem, de que deve enviar os documentos pelo WhatsApp, virá outra, com a seguinte informação: “Para iniciar a conversa, clique no link abaixo e mande a palavra CADASTRO”;
  3. É preciso seguir esta indicação, enviando a palavra cadastro;
  4. Será aberto o WhatsApp por onde os documentos devem ser enviados; o usuário deve se certificar de que está no número 0800-7260104;
  5. O programa informa ainda que precisa de um documento de identificação e de uma selfie; clique em “Iniciar”;
  6. Na tela seguinte, virão as informações sobre como deve ser o cadastro dos documentos; vá em “Continuar”;
  7. Escolha o documento que vai enviar, se é o RG ou a CNH (Carteira Nacional de Habilitação) e clique sobre o nome que estiver na tela RG ou CNH;
  8. Primeiro, tire a foto de frente do documento e clique em “OK, entendi”;
  9. Depois, acesse “Clique aqui para enviar a foto” e vá em “Continuar”;
  10. Na próxima tela, haverá a informação sobre a necessidade de enviar o verso; clique em “Ok, entendi”;
  11. Tire a foto do verso do documento e vá em “Clique aqui para enviar a foto”; depois, vá em “Continuar”;
  12. Aparecerá uma mensagem informando que os documentos foram recebidos; agora, é necessário mandar uma selfie; clique em “Continuar” e, na próxima tela, em “Continuar” novamente;
  13. Faça a selfie e vá em “Clique aqui para enviar a foto”; depois, clique em “Continuar”;
  14. Pronto; aparecerá a mensagem de agradecimento pelo envio e com informações sobre o desbloqueio do benefício.

Por Agência Republicana de Comunicação – ARCO, com informações da Caixa Econômica Federal
Fotomontagem: ARCO

Reportar Erro