Republicanos homenageiam Nada a Perder 2, filme campeão de bilheteria

Solenidade ocorreu por iniciativa dos deputados federais Julio Cesar Ribeiro (Republicanos-DF) e Manuel Marcos (Republicanos-AC)

Publicado em 29/10/2019 - 00:00

Brasília (DF) – Por iniciativa dos deputados federais Julio Cesar Ribeiro (Republicanos-DF) e Manuel Marcos (Republicanos-AC), a Câmara dos Deputados realizou sessão solene em homenagem ao elenco da produção cinematográfica Nada a Perder 2 – Não Se Pode Esconder a Verdade. O filme chegou às telas em 15 de agosto, conquistou o topo das bilheterias nacionais na estreia e vendeu mais de seis milhões de entradas em oito semanas.

Republicanos homenageiam Nada a Perder 2, filme campeão de bilheteriaO deputado Julio Cesar Ribeiro presidiu a solenidade e elogiou os resultados alcançados. “Sem dúvida é uma produção que adquiriu grande relevância e merece todo o nosso respeito. Com muito profissionalismo e ética, os artistas se dedicaram para levar aos telespectadores o mais alto nível de emoção e por isso o filme chamou a atenção de tantas pessoas”, disse.

Manuel Marcos parabenizou a equipe de produção por propagar o acesso à cultura. “O filme Nada a Perder 2 foi além das telas dos cinemas convencionais e com um ônibus levou a produção à diversas comunidades. A ideia do cinema itinerante foi excelente, pois obra pôde ser vista até em presídios, possibilitando o acesso a muitas pessoas sem oportunidade de ir ao cinema”, destacou.

O deputado federal Capitão Alberto Neto (Republicanos-AM) relembrou a trajetória de Edir Macedo, retratada no filme. “A obra, com muita maestria, trouxe a história de um grande líder brasileiro, que merece reconhecimento. A vida do bispo foi retratada de forma fiel à realidade, mostrando um homem de caráter e de fé”, finalizou.

Republicanos homenageiam Nada a Perder 2, filme campeão de bilheteriaA sessão solene também contou com a presença do ator Petrônio Gontijo, que interpretou Edir Macedo, das atrizes Dayenne Proença Mesquita e Beth Goulart, do presidente da Record TV, Luiz Cláudio Costa, e do presidente executivo da Record, Paulo Calil.

Texto: Thifany Batista, com edição de Mônica Donato / Ascom – Liderança do Republicanos
Fotos: Douglas Gomes

Reportar Erro