Tia Eron apoia campanha de conscientização sobre Lei Maria da Penha na estação da Lapa

Dados revelam que a cada quinze segundos uma mulher é agredida no Brasil.

Publicado em 02/08/2014 - 00:00

Tia Eron apoia campanha de conscientização sobre Lei Maria da Penha na estação da Lapa
“Nesta luta participam homens e mulheres, todos por uma sociedade mais humana e mais justa”, disse Tia Eron.

 

Salvador (BA) – Cerca de 30 pessoas entre mulheres e homens, com o apoio da Guarda Municipal de Salvador – GMS, realizaram na Estação da Lapa, nesta quarta (30), uma campanha de orientação e conscientização do cidadão sobre a Lei Maria da Penha. A ideia é mostrar que no Brasil é grande o índice de casos de violência contra a mulher ao expor, através de dados oficiais, que a cada quinze segundos uma mulher é agredida por um homem com quem mantém ou manteve relação amorosa.

tia-eron-prb-foto-valdemiro-lopesOs organizadores ainda lembram que desde 2006, foi sancionada a Lei Maria da Penha, considerada uma das maiores conquistas das brasileiras e para chamar a atenção das pessoas, o movimento também vai ser realizado em outros pontos da capital baiana, como: praças; parques; pontos de ônibus; escolas e clubes. Presidente da Comissão Permanente de Defesa dos Direitos da Mulher na Câmara de Salvador, vereadora Tia Eron (PRB-BA) resumiu a campanha como um ato em prol da paz que tem o enfrentamento da violência contra a mulher. “Nesta luta participam homens e mulheres, todos por uma sociedade mais humana e mais justa”, encerra.

Especialistas alertam que violência contra a mulher não é apenas caracterizada como casos de agressão física. Existem outras formas de praticar a agressão contra a mulher::

Violência Física – ação ou conduta que cause dano ou sofrimento físico ou que prejudique a saúde corporal (tapas, murros, pontapés, cortes, queimaduras,  empurrões, puxadas de cabelo e deixar sem assistência médica;

Violência Psicológica – toda ação que cause prejuízo psicológico e diminuição da autoestima como humilhação e chantagens;

Violência Sexual – ação ou conduta que cause dano ou sofrimento sexual. Assédio, estupro, beijo a força, obrigar a comercializar seu corpo e impedir o uso de qualquer método contraceptivo;

Violência Patrimonial – qualquer ação ou conduta que cause dano, retenção, subtração ou destruição de bens, valores ou recursos econômicos: tomar dinheiro; e imóveis; rasgar e esconder documentos pessoais.

Violência Moral – espalhar publicamente boatos falsos, caluniar, difamar ou cometer injúria contra a mulher.

Texto: Noel Tavares / Ascom – vereadora Tia Eron
Fotos: Cedidas

 

Eu repórter republicano

Quer ser um repórter republicano e ver sua matéria publicada no Portal PRB? É muito simples. A Agência PRB Nacional disponibiliza um contato direto para receber todo o conteúdo (textos e fotos). Anote aí o e-mail: [email protected]. Viu como é fácil? Agora é só participar e nos ajudar a manter esse canal sempre atualizado.

Reportar Erro
Send this to a friend