Saque emergencial do FGTS: saiba quanto você vai poder sacar

Saque emergencial do FGTS: saiba quanto você vai poder sacar

Crédito em conta digital da Caixa de até R$ 1.045 começa dia 29 de junho; os saques em dinheiro dia 25 de julho

Publicado em 24/06/2020 - 09:21

Brasília (DF) – Como parte das medidas para combater a crise econômica causada pela pandemia do novo coronavírus (Covid-19), o governo federal vai liberar até R$ 1.045 do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS).

A medida emergencial, prevista na Medida Provisória 946/2020, não tem requisitos de renda para ser recebido. Portanto, o trabalhador precisa apenas ter saldo em suas contas (ativa ou inativas) do FGTS. O total máximo que poderá ser resgatado, a partir do dia 29 deste mês, é R$ 1.045, o equivalente a um salário mínimo em 2020.

De acordo com a Caixa Econômica Federal, para quem tem mais de uma conta no FGTS, o valor será retirado primeiro das contas inativas, começando por aquela com o menor saldo. Assim, as contas vão sendo zeradas e o valor restante vai sendo retirado das demais, até se atingir o teto de R$ 1.045.

Os pagamentos serão feitos de acordo com o mês de nascimento do trabalhador. De 29 de junho a 21 de setembro, será feito o crédito em conta digital da Caixa, que pode ser movimentada pelo aplicativo Caixa Tem para pagamento de contas e realização de compras em sites cadastrados.

A exemplo do auxílio emergencial (de R$ 600 a R$ 1.200) a poupança digital será criada automaticamente pela Caixa para todos os trabalhadores que podem sacar o FGTS, mesmo para quem já tem poupança ou conta corrente no banco.

Posso recusar o recebimento do FGTS?

Os trabalhadores que não quiserem receber o dinheiro na conta criada precisam informar a Caixa, pelos canais oficiais, até dez dias antes da liberação do crédito. Quem for fazer isso pelo aplicativo deve baixar a nova versão, que foi disponibilizada no dia 19 de junho, e pode ser baixado pela loja do seu celular no Google Play ou App Store.

Nascidos em fevereiro, por exemplo, que não queiram receber o FGTS emergencial, é preciso fazer o pedido até 26 de junho, uma vez que o crédito para esse grupo estará disponível a partir de 6 de julho.

O montante de R$ 1.045 estará disponível para saque em espécie e transferência a partir de 25 de julho, seguindo o mês de aniversário do trabalhador, até 14 de novembro.

De acordo com a Caixa, se o crédito já tiver sido depositado ou faltar menos de dez dias para o depósito, o trabalhador pode solicitar, pelo aplicativo, que o pagamento volte ao Fundo. A Caixa diz que, neste caso, o valor retornará para a conta do FGTS em até 60 dias, com a correção monetária. ​

Ainda de acordo com o banco, se não houver movimentação na conta-poupança social digital até 30 de novembro, o valor será devolvido à conta do FGTS, com correção monetária. Se, após esse prazo, o trabalhador decidir fazer o saque, poderá pedir pelo aplicativo até o dia 31 de dezembro de 2020. ​

Calendário de pagamentos do saque emergencial do FGTS

Fonte: Caixa Econômica Federal

Como consultar o valor

Pelo Disque 111 – opção 2

Pelo site: www.fgts.caixa.gov.br, siga o passo a passo:

1 – Em “Saque emergencial FGTS”, clique em “Acesse aqui”;
2- Preencha o seu CPF ou NIS/PIS/Pasep;
3 – Informe sua senha internet, que é a mesma utilizada para acessar o extrato no site da Caixa;

Caso não tenha ou não se lembre, é possível recuperar ou cadastrar outra senha.

Em caso de problemas, acesse: www.caixa.gov.br/Paginas/home-caixa.aspx? e clique, no final da página, em “Atendimento Online – FGTS” ou ligue para 0800-7260101

Por Agência Republicana de Comunicação (ARCO), com informações da Caixa Econômica Federal

 

Reportar Erro