Caixa paga novo ciclo do auxílio emergencial; veja datas

Ainda em 2020, Caixa Econômica depositará a 8ª e a 9ª parcela do auxílio, dentro dos ciclos 5 e 6, respectivamente

Publicado em 04/11/2020 - 09:00

Brasília (DF) – A Caixa Econômica Federal (CEF) começou, na sexta-feira (30/10), a pagar um novo ciclo de pagamentos do auxílio emergencial, que pode ser de R$ 600 ou de R$ 300, dependendo de quando o beneficiário teve seu cadastro aprovado. O pagamento iniciado na sexta é para aniversariantes de janeiro que não estão inscritos no Bolsa Família.

A Caixa também autorizou na sexta-feira o saque da segunda parcela do auxílio extensão, de R$ 300, para quem é do Bolsa Família e tem o NIS (Número de Identificação Social) terminado em 0.

Depósito para nascidos em janeiro (ciclo 4)

A Caixa chama de ciclo cada calendário em que todos os beneficiários (exceto os do Bolsa Família) recebem pelo menos uma parcela, independente de qual seja.

A cada ciclo há dois cronogramas, ambos levando em conta a data de nascimento do beneficiário. O dinheiro depositado hoje, por enquanto, fica disponível apenas para transações digitais no aplicativo Caixa Tem. Saques e transferências serão liberados em 7 de novembro. Quem recebeu a primeira parcela do auxílio em abril deve chegar agora à sétima parcela (a segunda do auxílio extensão, ou auxílio residual), e quem recebeu a primeira em maio alcançará a sexta parcela (primeira da extensão).

Isso significa que o valor será de R$ 300 (ou R$ 600 para mulheres chefe de família). Pessoas que começaram a receber a partir de junho ainda receberão uma das cinco primeiras parcelas. Portanto, o valor continua sendo R$ 600 (ou R$ 1.200 para mulheres chefe de família). Existe ainda um grupo com cerca de 95 mil pessoas que foi aprovado depois de reavaliações cadastrais em outubro. Esses beneficiários receberão durante o ciclo 4 a primeira parcela de R$ 600.

8ª parcela

O calendário do Ciclo 5, que contempla a 8ª parcela do auxílio emergencial disponibilizada pela Caixa, começa no dia 22 de novembro para os nascidos em janeiro.

Número de parcelas a receber

A quantidade de parcelas total a que a pessoa terá direito depende do mês em que ela começou a receber o auxílio. O máximo são nove parcelas, sendo as cinco primeiras de R$ 600 e as quatro últimas de R$ 300.

– Quem recebeu a 1ª em abril: 9 parcelas

– Quem recebeu a 1ª em maio: 8 parcelas

– Quem recebeu a 1ª em junho: 7 parcelas

– Quem recebeu a 1ª em julho: 6 parcelas.

Todas as pessoas que começaram a receber o auxílio emergencial de agosto em diante terão direito apenas às cinco primeiras parcelas de R$ 600 (não receberão parcelas do auxílio extensão, de R$ 300). No ciclo 6, o último previsto, pode haver o pagamento de até três parcelas de uma vez para completar os cinco depósitos. Mulheres chefes de família têm direito a duas cotas. Portanto, as cinco primeiras parcelas são de R$ 1.200, enquanto as quatro últimas são de R$ 600.

Por Agência Republicana de Comunicação, com informações da Caixa Econômica Federal
Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

 

Conheça o Espaço do Candidato Republicano

Na página exclusiva, você encontra modelos de materiais de propaganda, dúvidas frequentes, E-book do Candidato Republicano, orientações sobre a legislação eleitoral, dicas para campanha nas redes sociais e outros. Acesse agora e aproveite ao máximo tudo que preparamos para ajudar você durante a campanha.

Reportar Erro