Respeitar a pessoa idosa é um dever de todos

Artigo escrito por Julio Cesar, deputado distrital pelo PRB-DF e líder do governo na Câmara Legislativa.

Publicado em 15/04/2015 - 00:00

Recentemente, tive o privilégio de lançar a Frente Parlamentar do Idoso na Câmara Legislativa do Distrito Federal, um segmento populacional que defendo e luto por acreditar que a vida é composta de fases. É como um fio de prata, que não sabemos quando se romperá.

Um dia, aquele que era rápido não terá mais a mesma agilidade. É o ciclo natural da vida nos ensinando que ninguém é melhor do que ninguém e que um dia todos nós envelheceremos. Os idosos podem nos ajudar a compreender e nos ensinar como funciona este ciclo. Muitos se lembram que um dia a juventude parecia interminável. Errar não era um problema. O tempo parecia infinito.

O vigor da vida foi destinado ao trabalho, amigos, familiares e filhos. Em alguns casos, obtiveram êxito e, em outros, as experiências foram mal sucedidas. Esse deveria ser o ciclo natural da vida, certo? Mas não é o que acontece com muitos idosos, que sofrem com a ingratidão de um filho que, em troca de tanta dedicação, carinho e amor, retribuiu com a solidão, rejeição e abandono.

É comum escutar de idosos o quanto se sentem desprezados pela sociedade e que hoje são vistos como peso. E, em diversos casos, ainda acabam sendo vítimas de preconceitos e violência.

Mediante esse cenário, e com o intuito de modificá-lo, é que propus a criação da Frente Parlamentar do Idoso, que visa proporcionar de maneira sólida e concreta, a proteção deste segmento.

Envelhecer é um privilégio! Cada idoso carrega consigo uma bagagem de experiências. São vitoriosos por terem chegado até aqui. Ressalto que viver não é um verbo restrito a quem tem 10, 20, 30 ou 40 anos. Mas viver também é ter seus direitos amparados, sua vida protegida e o seu valor reconhecido.

Em 2011, foi criada a Secretaria Especial do Idoso do Distrito Federal. Diante do valor que os idosos possuem e da necessidade de avançarmos, lutei, no início desta gestão pela sua manutenção. Mas, infelizmente, pela situação em que o DF passava naquele momento, fui voto vencido.

Por isso, tão logo as coisas melhorem, como líder do governo, irei levar ao governador do Distrito Federal, Rodrigo Rollemberg, que se mostra sensível às causas dos idosos, a importância de se recriar a Secretaria Especial do Idoso do Distrito Federal.

Temos razões fundamentais para discutir e aprovar projetos para esse segmento. Estamos trabalhando para que haja uma efetiva rede de proteção e uma forte mobilização para promover os direitos dos idosos. Devemos garantir direitos como esporte, cultura, lazer, saúde, educação, transporte, moradia, entretenimento e acessibilidade. Precisamos observar suas necessidades para que possamos atende-las com maior efetividade, proporcionando uma qualidade de vida merecida.

Um dos meus principais compromissos é, ao final do meu mandato, ter contribuído para a valorização, o respeito e a dignidade dos idosos do Distrito Federal.

*Julio Cesar é deputado distrital pelo PRB-DF e líder do governo na Câmara Legislativa 

Reportar Erro