Dia do Cliente será criado no Amazonas

Data foi proposta pelo deputado estadual João Luiz (Republicanos-AM), presidente da Comissão de Defesa do Consumidor da Assembleia Legislativa

Publicado em 15/10/2019 - 00:00

Manaus (AM) – Em votação na manhã desta terça-feira (15), o plenário da Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas aprovou o Projeto de Lei nº 406/2019, que inclui o “Dia do Cliente” no calendário oficial do Estado a ser comemorado, anualmente, em 15 de setembro. A data homenageia o indivíduo que contrata serviços ou adquire mercadorias mediante pagamento. O texto segue agora para a sanção do governador Wilson Lima.

De acordo com o autor da proposta, deputado estadual João Luiz (Republicanos-AM), a ideia de criar uma data para homenagear os clientes vai ajudar a estreitar e a fortalecer as relações de fidelidade entre os consumidores e os comerciantes.

“Os clientes são peças fundamentais na nossa economia, eles são responsáveis por impulsionar o nosso mercado consumidor, por isso cobramos, sempre, a excelência na prestação de serviços e a consequente satisfação do cliente”, justificou João Luiz, que também é presidente da Comissão de Defesa do Consumidor (CDC/Aleam).

João Luiz afirmou que, além da homenagem e como forma de agradecimento pela fidelidade, a data deverá ser marcada por eventos e promoções. “As empresas, entidades civis e órgãos públicos deverão realizar atividades com a finalidade de qualificar as relações de consumo, proporcionando eventos e promoções”, ressaltou.

Origem do Dia do Cliente

Comemorado em 15 de setembro, o Dia do Cliente foi criado em 2003, no Rio Grande do Sul, pelo empresário gaúcho João Carlos Rego, especialista em Marketing e Recursos Humanos. Atualmente, a data já foi instituída em 14 estados brasileiros e 167 municípios.

Deve-se lembrar de que diversas datas comemorativas proporcionam grande volume de negócios, movimentam a economia e geram milhares de postos de trabalho. Assim, o dia 15 de setembro foi escolhido exatamente para que o evento seja um mecanismo de aquecimento da economia, em um período com poucos atrativos para o consumo.

Texto e foto: Ascom – deputado estadual João Luiz

Reportar Erro