Professora Ana Lúcia solicita retomada total da frota de ônibus no Recife

Republicana reivindica o direito de ir e vir dos munícipes do Recife

Publicado em 25/07/2020 - 13:02

Recife (PE) – A vereadora de Recife e secretária estadual do Mulheres Republicanas Pernambuco, Professora Ana Lúcia (Republicanos), fez solicitação na plenária virtual da Câmara Municipal na última segunda-feira (20).  O pedido da vereadora é para que toda a frota de ônibus que atende a população do município volte a circular com 100% de sua capacidade, uma vez que estava com uma porcentagem paralisada por conta da pandemia da Covid-19.

No dia 8 de junho, foram retomadas as atividades econômicas de forma gradativa no estado. Desde então, a população tem denunciado longo tempo de espera pelos ônibus e superlotação nos veículos e em alguns terminais integrados.

Para a republicana, no enfrentamento à crise da Covid-19 na cidade, um dos setores que mais sofreu foi o transporte público e está fazendo falta, já que o comércio voltou a funcionar. “Fizemos vários requerimentos, pedimos que os veículos fossem higienizados; que houvesse um aumento da quantidade de ônibus circulando, para que as pessoas que utilizam esse transporte tenham condições de ir ao centro do Recife fazer suas necessidades”, pontuou a republicana.

Em ofício enviado à Câmara Municipal, o Grande Recife Consórcio de Transporte, alega que o contingente de ônibus que está circulando no município, que corresponde a 70% da frota, atende à demanda atual. De acordo com eles, houve uma redução no número de pessoas que utilizam o transporte público por conta das atividades interrompidas em decorrência da pandemia.

“Nós discordamos desse posicionamento, e entendemos que não é dessa forma que contribuímos para que a curva de contágios continue decrescendo. Pedimos a readmissão dos trabalhadores do transporte público que foram demitidos, que sejam convocados os motoristas que estão com os contratos suspensos e reforçamos nosso apelo para que 100% da frota volte a circular”, ressalta a vereadora.

O Ministério Público de Pernambuco instaurou um procedimento para apurar o problema das aglomerações.

Texto e foto: Ascom vereadora Ana Lúcia

 

Reportar Erro