Silvio Costa Filho cobra retomada de obras da Transnordestina em Pernambuco

Silvio Costa Filho cobra retomada de obras da Transnordestina em Pernambuco

Segundo o deputado, o trecho de Pernambuco está parado desde 2017. Na avaliação dele há um conjunto de informações novas que não dialogam com a realidade do estado

Publicado em 06/12/2019 - 00:00

Brasília (DF) – Durante audiência pública da Comissão de Fiscalização Financeira e Controle da Câmara dos Deputados, o deputado federal Costa Filho (Republicanos-PE) cobrou explicação sobre as obras de implantação da Ferrovia Transnordestina em Pernambuco, que estão paradas. “Estou muito preocupado. Observo que falta da empresa responsável, a Transnordestina, uma posição mais firme para solucionar o problema. Essa é uma obra fundamental para todo o Nordeste. Não vejo nenhuma ação concreta para resolver a situação”, afirmou.

A obra, que tem o objetivo de modernizar o transporte na região Nordeste, é um empreendimento concedido por empresa privada, mas com participação financeira da União. No entanto, o trecho de Pernambuco está parado desde 2017. Na avaliação de Silvio Costa Filho há “um conjunto de informações novas que não dialogam com a realidade do estado”.

O parlamentar se colocou à disposição para dialogar com o governo e auxiliar nas questões ambientais e técnicas. “Esta obra pode gerar mais de quatro mil empregos diretos e indiretos e vai, sem dúvida alguma, estimular a economia e o escoamento da produção, ampliando a nossa relação comercial, sobretudo, com o mercado internacional”, comentou.

O diretor-Presidente da Transnordestina Logística SA (TLSA), Jorge Melo, explicou que houve uma mudança no trajeto das obras no estado. Segundo ele, a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) enviou recentemente a confirmação do desvio de percurso. “Nós já respondemos e a partir daí as ações começam a ser definidas”, disse.

Para o deputado Silvio Costa Filho, é fundamental que a Câmara debata temas estratégicos para o desenvolvimento do Brasil. Ele adianta os próximos passos. “Vamos construir, com os responsáveis e com os órgãos de controle, um cronograma de trabalho, com monitoramento e fiscalização, para retomar a obra”, finalizou.

Texto: Fernanda Cunha – Ascom da Liderança do Republicanos
Fotos: Douglas Gomes
Edição: Agência Republicana de Comunicação (ARCO)

Reportar Erro