Projeto Quem Ama Cuida leva conscientização a bairro comercial de Belém

Projeto Quem Ama Cuida leva conscientização a bairro comercial de Belém

Ação conscientizou comerciantes e motoristas que trafegavam pelas ruas movimentadas nas proximidades de um dos maiores pontos turístico do Pará, o mercado do Ver o Peso

Publicado em 08/11/2019 - 00:00

Belém (PA) – O Projeto Quem Ama Cuida, idealizado pelo deputado Federal Vavá Martins (Republicano-PA), realizou um trabalho pioneiro na cidade de Belém, na manhã da quinta-feira (7), no centro comercial da cidade, em parceria com a cooperativa SOS Reciclados.

Foram conscientizados com relação à destinação correta de resíduos ambulantes e lojistas da área, além de motoristas que trafegavam pelas ruas movimentadas nas proximidades de um dos maiores pontos turísticos do Pará, o mercado do Ver o Peso.

A aceitação foi bastante positiva, o que comemora Vavá Martins, que é coordenador da cadeia da reciclagem na região norte do país. “Para mim é motivo de comemoração ver um dos maiores polos de venda e turismo local abraçando essa causa, afinal ao termino do dia, a área fica suja, acumulando lixo por toda parte”, disse o republicano.

Os comerciantes puderam definir o dia da semana que irão separar seus materiais e a cooperativa fará o recolhimento, tal ação trará grandes benefícios a economia local, gerando emprego e renda para a população.

Isabel Pio, parabenizou a atitude do idealizador do Quem Ama Cuida e voluntários. “Recebi o panfleto e achei muito válida essa atitude, pois a maioria não tem essa consciência, em minha loja reaproveito papelão e priorizo o recebimento de mercadorias nas sacas”, disse a empresária.

Como toda grande cidade, Belém acumula uma quantidade enorme de lixo, entre o domiciliar e o reciclável. Segundo dados do Departamento de Resíduos Sólidos (Dres) da Secretaria Municipal de Saneamento (Sesan), somente no primeiro semestre, foram arrecadadas, em média, 28 mil toneladas de lixo domiciliar na cidade.

Para Hermano, que está à frente da SOS Reciclados, é um desafio diário. “A realidade da coleta é algo que deve ser superado a cada dia. Um deles é que ainda existem hábitos a serem mudados, como, por exemplo, colocar o lixo para fora muito antes do caminhão da coleta passar, ou não atentar aos dias em que essa coleta ocorre em cada rua ou bairro. Além disso, há a falta de informação sobre a coleta seletiva. A conscientização ambiental é importante”, disse o proprietário.

Texto e fotos: Ascom – deputado federal Vavá Martins
Edição: Agência Republicana de Comunicação (ARCO)

Reportar Erro