Hugo Motta é destaque entre “Cabeças do Congresso” em 2021

O líder do Republicanos é reconhecido novamente entre os 100 deputados e senadores com maior protagonismo no Parlamento

Publicado em 30/08/2021 - 21:45

Brasília (DF) – O líder do Republicanos na Câmara, deputado Hugo Motta (PB), é novamente destaque entre os parlamentares mais influentes do Congresso Nacional, segundo pesquisa divulgada pelo Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar (Diap). Dos 100 parlamentares que, de acordo com o levantamento, comandam o Legislativo, 66 são deputados e 34 são senadores.

Hugo Motta observa o trabalho realizado com a bancada republicana como um dos principais motivos do sucesso de seu desempenho. “É impossível não ressaltar a união da bancada e a confiança em mim depositada, que me possibilita exercer e exercitar a minha capacidade de liderança e articulação em torno dos temas de interesse do Brasil. Então, agradeço a parceria dos 32 deputados republicanos e ao presidente do partido, deputado Marcos Pereira”, afirmou.

Na publicação anual intitulada “Cabeças do Congresso”, Hugo Motta é reconhecido na categoria “articulador e organizador”. A entidade leva em conta a capacidade dos parlamentares de conduzir debates, negociações, votações e formulações. Os deputados republicanos Silvio Costa Filho (PE) e Marcos Pereira (SP) também estão entre os 100 parlamentares mais influentes.

“Para mim é motivo de muita alegria e muita responsabilidade seguir em Brasília em defesa da nossa Paraíba, levando recursos aos nossos municípios e procurando cada dia mais a melhora da qualidade de vida do nosso povo porque só assim teremos a capacidade de corresponder a confiança que em nós foi depositada. Seguimos com firmeza, de cabeça erguida, sempre em busca de um futuro melhor para o Brasil e honrando o mandato que nos foi outorgado pelo povo paraibano”, finalizou Hugo Motta.

Texto: Fernanda Cunha, com edição de Mônica Donato / Ascom – Liderança do Republicanos na Câmara
Foto: Douglas Gomes

Reportar Erro
Send this to a friend