Câmara aprova texto-base da PEC que viabiliza novo auxílio emergencial

Líder Hugo Motta declarou apoio do Republicanos à proposta, que libera até R$ 44 bilhões em recursos

Publicado em 10/03/2021 - 14:18

Brasília (DF) – Com apoio integral da bancada do Republicanos, a Câmara dos Deputados aprovou, em primeiro turno, o texto-base da Proposta de Emenda à Constituição que viabiliza a retomada do auxílio emergencial em 2021. A chamada PEC Emergencial teve 341 votos favoráveis.

Deputado Hugo Motta, líder do Republicanos na Câmara/Foto: divulgação

Em discurso no Plenário, o líder Hugo Motta (Republicanos-PB) comemorou o resultado. “A bancada republicana está consciente que milhões de brasileiros e brasileiras têm a necessidade urgente de receber o benefício para garantir o pão na mesa de suas famílias”, destacou.

O texto-base da PEC permite que o governo pague o auxílio com até R$ 44 bilhões por fora do teto de gastos. Além disso, serão adotadas medidas de contenção fiscal, controle de despesas com pessoal e redução de incentivos tributários, a fim de manter o equilíbrio dos gastos públicos.

Para concluir a análise da PEC, os parlamentares devem discutir, ainda nesta quarta (10), os destaques ao texto e votar a proposta em segundo turno.

Texto: Thifany Batista, com edição de Mônica Donato (Ascom da Liderança do Republicanos na Câmara)
Foto destaque: Leonardo Sá/Agência Senado

Reportar Erro
Send this to a friend