Vereadores se reúnem na Câmara Municipal de São Paulo para discutir a corrupção

1ª Conferência Estadual dos Vereadores reuniu cerca de 300 pessoas com o objetivo de discutir o cenário político, as eleições de 2018 e a construção da nova política

Publicado em 13/11/2017 - 00:00

Vereadores se reúnem na Câmara Municipal de São Paulo para discutir a corrupção
1ª Conferência Estadual dos Vereadores reuniu cerca de 300 pessoas com o objetivo de discutir o cenário político, as eleições de 2018 e a construção da nova política

São Paulo (SP) – Vereadores, presidentes regionais, secretários, agentes comunitários e líderes políticos se reuniram, no sábado (11), para a 1ª Conferência Estadual dos Vereadores. Com o tema “Os caminhos para a construção da nova política”, o evento aconteceu na Câmara Municipal de São Paulo e reuniu cerca de 300 pessoas com o objetivo de discutir o cenário político e as eleições de 2018.

Vereadores se reúnem na Câmara Municipal de São Paulo para discutir a corrupção

O anfitrião do evento, vereador de São Paulo, André Santos (PRB), falou sobre a baixa confiança na política nacional e destacou que a credibilidade precisa ser recuperada. Ele afirmou que a resposta que o partido ouviu veio das urnas. Segundo Santos, a população disse: “nós estamos em busca de uma nova política”.

Ana Karin, coordenadora estadual do PRB Mulher, falou sobre o espaço feminino dentro do partido e reforçou a importância das mulheres na política. “Nós temos três prefeitas e 31 vereadoras”, disse. 

Vereadores se reúnem na Câmara Municipal de São Paulo para discutir a corrupção

A republicana acrescentou, ainda, que o objetivo é crescer ainda mais. “As mulheres têm que estar aqui fazendo parte e diferença”, concluiu.

Aildo Rodrigues, presidente municipal do PRB São Paulo, fez uma breve fala saudando e agradecendo a presença das centenas de pessoas que lotaram o salão nobre.

Na sequência, Sérgio Fontelas, presidente estadual do PRB São Paulo, também celebrou a casa cheia e deu um recado do ministro Marcos Pereira, que não pode estar presente ao evento. Fontelas afirmou que o ministro está realizando exames, mas reiterou que não há nenhum problema de saúde.

Vereadores se reúnem na Câmara Municipal de São Paulo para discutir a corrupção

O presidente estadual do PRB afirmou que o partido é uma família e acrescentou: “ninguém joga pedra em árvore que não dá fruto”.

O deputado estadual Wellington Moura (PRB-SP) falou na sequência e corroborou o discurso anterior. “A gente vê que o PRB está unido, é uma família”. Moura fez ainda uma reflexão sobre a importância dos políticos eleitos. “As pessoas estão desacreditadas, não da política, mas do político”, pontuou. E fez um breve resumo do cenário político atual.

Vinicius Carvalho, deputado federal pelo PRB São Paulo, fez um discurso enaltecendo a presença da coordenadora estadual Ana Karin, a única mulher presente na bancada. Ele incentivou a presença feminina nas próximas eleições. “O PRB não trata a mulher como uma cota, mas como uma necessidade”, disse.

O vereador de São Paulo Atílio Francisco (PRB), o primeiro eleito pelo partido na capital paulista, revelou que o caminho até aqui não foi fácil e acrescentou: “a verdadeira política tem de ser feita com vontade e disposição”. Ele pediu para os vereadores presentes se levantarem, os saudou e pediu: “conte conosco, porque nós vamos trabalhar para fazer a diferença”, disse.

No período da tarde, Karina Kufa, presidente do Instituto Paulista de Direito Eleitoral (Ipade) abordou a reforma política, as mudanças e o impacto nas eleições de 2018. Kufa apontou problemas nas reformas atuais, como a representatividade feminina, e apresentou, principalmente aos futuros candidatos, um panorama de como será a eleição no ano que vem.

Vereadores se reúnem na Câmara Municipal de São Paulo para discutir a corrupçãoPara finalizar, o assessor do ministro Marcos Pereira, o jornalista Diego Polachini, presidente do PRB São José do Rio Preto, falou sobre a comunicação política e eleitoral além das redes sociais e do mundo virtual. Ele fez uma breve explicação sobre a relação dos políticos com a imprensa. “A relação geralmente tem de ser boa”, comentou.

Polachini acrescentou que “jornalista depende de informação” e explicou que a relação de confiança com a imprensa vem a partir desta relação. Ele alertou ainda sobre a fragilidade das redes sociais. “É mais fácil destruir reputações do que construir relações”, afirmou.

Texto: Portal R7
Edição: Agência PRB Nacional
Fotos: Cedidas

Eu repórter republicano

Quer ser um repórter republicano e ver sua matéria publicada no Portal PRB? É muito simples. A Agência PRB Nacional disponibiliza um contato direto para receber todo o conteúdo (textos e fotos). Anote aí o e-mail: pautas@prb10.org.br. Viu como é fácil? Agora é só participar e nos ajudar a manter esse canal sempre atualizado.

Reportar Erro