Em Salvador, Marcos Jorge destaca ações pela competitividade industrial

Em Salvador, Marcos Jorge destaca ações pela competitividade industrial

Ministro participou de evento em comemoração aos 70 anos da Federação das Indústrias da Bahia e do Sesi/BA

Salvador (BA) – O ministro Marcos Jorge (PRB) afirmou que o governo federal está comprometido com a abertura ao comércio internacional e com os processos relacionados ao comércio exterior, bem como com o aumento da produtividade e das taxas de inovação na indústria. “Estamos cientes de que as medidas desenvolvidas pelo MDIC neste governo levarão à melhora de todo o ambiente de investimentos do Brasil”, disse, a uma plateia de empresários e convidados que participaram da comemoração dos 70 anos da Federação das Indústrias da Bahia e do Serviço Social da Indústria (Sesi) do estado. O evento também contou com a presença do presidente Michel Temer.

O ministro destacou o trabalho desempenhado pelas duas instituições e fez um especial agradecimento ao Sesi da Bahia pela parceira no programa Brasil Mais Produtivo. “Foi aqui, no Campus Integrado de Manufatura e Tecnologia (Cimatec) do Senai, em Salvador, que foram treinados os consultores do Brasil Mais Produtivo, programa coordenado pelo Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços e que tem o Senai como parceiro fundamental. Por isso, além de parabenizar o Sesi da Bahia pelos 70 anos, o governo federal precisa também agradecer pelo excelente resultado nesta parceria em prol do desenvolvimento econômico do país”, disse Marcos Jorge.

O programa, que tem o objetivo de aumentar em pelo menos 20% a produtividade das empresas participantes, num período curto de tempo, já superou a meta inicial. A média nacional do “Brasil Mais Produtivo” até o momento está em 52% de aumento de produtividade em cerca de 2,8 mil empresas atendidas. Na Bahia o aumento médio de produtividade também foi alto, chegando a 41% para 159 empresas de diversos setores. Foram beneficiados fabricantes de móveis, alimentos, bebidas, roupas, calçados, e produtos do setor metal mecânico.

Indústria 4.0

“O acesso ao mercado externo é um fator de produtividade, mas não atua sozinho. Trabalhar a forma de produzir internamente também é nossa prioridade”, continuou Marcos Jorge, informando que foi lançada, durante a edição latino-americana do Fórum Econômico Mundial, no último mês de março, em São Paulo, as bases da política para a indústria do futuro – a Agenda Brasileira para a Indústria 4.0 –, “com enorme potencial de propiciar um salto no nível de desenvolvimento do nosso país”, informou. “Não queremos ser coadjuvantes desse momento, mas atores importantes desse processo”, afirmou o ministro.

Marcos Jorge também enfatizou sua atuação no MDIC. “Antes de assumir este cargo, atuei junto ao ministro Marcos Pereira como secretário-executivo da Pasta. Assim, posso dizer que já acumulo quase dois anos de intenso trabalho com a missão de melhorar o ambiente de negócios no Brasil, bem como aumentar a participação do país no comércio internacional de bens e de serviços”, lembrou ele.

O ministro disse, ainda, que, apesar dos desafios que precisam ser enfrentados, está certo de que a gestão do MDIC no atual governo contribuiu para criar as bases para a retomada do crescimento econômico e do emprego. “Tivemos um superávit recorde de 67 bilhões de dólares em 2027. Isto ajudou a reduzir o déficit nas contas externas, que, segundo o Banco Central, tiveram, em 2017, o melhor resultado em dez anos. As importações do Brasil também aumentaram e tiveram crescimento de quase 10% no ano passado. Principalmente em função da compra de insumos e equipamentos industriais. Sinal do reaquecimento da economia brasileira”, afirmou.

Atividade industrial

O ministro citou também os últimos dados do IBGE que apontam para a retomada da atividade industrial. A indústria brasileira acumula alta de 4,3% no primeiro bimestre, frente aos primeiros dois meses de 2017. Foi o maior crescimento para esse período desde 2011, segundo o IBGE. Além disso, Marcos Jorge enfatizou a importância do setor automotivo para a retomada da atividade industrial. “Em 2017, a indústria automotiva foi responsável por mais da metade do crescimento de 2,5% na produção industrial geral, após três anos de queda”, destacou.

Na Bahia, a produção automotiva também é motor do desenvolvimento da economia regional. “Aqui perto, a cerca de 50 km de Salvador, está o Polo Industrial de Camaçari, onde a fabricação de veículos responde por mais de 50% dos empregos diretos”, disse.

Texto e foto: Ascom – MDIC

Eu repórter republicano

Quer ser um repórter republicano e ver sua matéria publicada no Portal PRB? É muito simples. A Agência PRB Nacional disponibiliza um contato direto para receber todo o conteúdo (textos e fotos). Anote aí o e-mail: pautas@prb10.org.br. Viu como é fácil? Agora é só participar e nos ajudar a manter esse canal sempre atualizado.

REPORTAR ERRO

Informar erro

COMPARTILHE

FALE CONOSCO

O Republicanos está de portas abertas para ouvir você

Sugestões, críticas, dúvidas e elogios

faleconosco@republicanos10.org.br

FALE COM O PARLAMENTAR

Nesta semana, envie sua mensagem para a deputada federal Rosangela Gomes (Republicanos-RJ):

E-mail (clique aqui)
ou
(61) 3215-5438

QUEM É QUEM

Conheça as lideranças do Republicanos

CONFIRA

EU REPÓRTER

Deseja indicar uma matéria para sair aqui no Portal Republicanos?

pautas@republicanos10.org.br

RECEBA NO SEU E-MAIL

Enviamos para seu email os destaque da semana.
Faça parte do Boletim 10!

Respeitamos seu email. Não gostamos de SPAM.

Você foi inscrito com sucesso!

Pin It on Pinterest

Receba as novidades do PRB no seu e-mail

Boletim 10: enviado às segundas-feiras. Não enviamos spam.