Lafayette é indicado vice-presidente da Subcomissão da Reforma Política

Lafayette é indicado vice-presidente da Subcomissão da Reforma Política

A reforma Política será debatida em quatro etapas: sistema eleitoral; reforma do sistema partidário; reforma de Regimento e, eventualmente, reformas do sistema

Brasília (DF) – A Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania da Câmara dos Deputados instalou, nesta quarta-feira (6), a Subcomissão Especial da Reforma Política, composta por 13 deputados. O deputado Luiz Philippe de Orleans e Bragança foi eleito presidente do colegiado e o deputado federal Lafayette de Andrada (Republicanos-MG) foi aclamado como vice-presidente, que deve ser confirmado na próxima reunião do grupo.

“Eu acho que a indicação de Lafayette é muito importante pela experiência e vontade que ele tem de fazer as coisas com agilidade e com correção”, avaliou o deputado Wilson Santiago. O presidente da Comissão, deputado Orleans e Bragança, brincou. “Olha a inversão de papéis aqui, um Bragança eleito e um Andrada aclamado.”

Projeto

A reforma Política será debatida em quatro etapas: sistema eleitoral; reforma do sistema partidário; reforma de Regimento e, eventualmente, reformas do sistema.

Uma das propostas que aguarda análise na CCJ é o PL 9212/17, que institui o voto distrital misto, que combina regras do voto distrital com o voto em listas fechadas nas eleições para deputados e vereadores. Essa proposta vem causando polêmica na CCJ, sem que tenha havido até o momento acordo para a sua votação.

Tramita apensado a ela o PL 3190/19, que institui o voto distrital majoritário nas eleições legislativas municipais.

O presidente da Câmara, deputado federal Rodrigo Maia, já aventou a possibilidade de a Câmara votar proposta apresentada em junho pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) de estabelecer o voto distrital misto para cidades acima de 200 mil habitantes e a lista fechada para municípios menores.

Reformas já feitas

Em 2017, diante da decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) de impedir que empresas façam doações para as campanhas, o Congresso Nacional aprovou a criação do Fundo Especial de Financiamento de Campanha.

A reforma Política aprovada em 2017 também instituiu a cláusula de barreira e a vedação de coligação partidária na eleição proporcional, que vigorará a partir da eleição de 2020. O objetivo desses pontos da reforma foi reduzir o número de partidos.

Em setembro deste ano, o Congresso alterou novamente várias regras, por meio da Lei 13877/19. Entre outras mudanças, o texto prevê exceções ao limite de gastos de campanhas; estabelece itens nos quais podem ser usados recursos do Fundo Partidário; define critérios para análise de inelegibilidade; e autoriza o retorno da propaganda partidária semestral.

Texto: Ascom – deputado federal Lafayette de Andrada 
Foto: Douglas Gomes

Eu repórter republicano

Quer ser um repórter republicano e ver sua matéria publicada no Portal Republicanos? É muito simples. A Agência Republicana de Comunicação (Arco) disponibiliza um contato direto para receber todo o conteúdo (textos e fotos). Anote aí o e-mail: pautas@republicanos10.org.br. Viu como é fácil? Agora é só participar e nos ajudar a manter esse canal sempre atualizado.

REPORTAR ERRO

Informar erro

COMPARTILHE

FALE CONOSCO

O Republicanos está de portas abertas para ouvir você

Sugestões, críticas, dúvidas e elogios

faleconosco@republicanos10.org.br

FALE COM O PARLAMENTAR

Nesta semana, envie sua mensagem para a deputada federal Rosangela Gomes (Republicanos-RJ):

E-mail (clique aqui)
ou
(61) 3215-5438

QUEM É QUEM

Conheça as lideranças do Republicanos

CONFIRA

EU REPÓRTER

Deseja indicar uma matéria para sair aqui no Portal Republicanos?

pautas@republicanos10.org.br

RECEBA NO SEU E-MAIL

Enviamos para seu email os destaque da semana.
Faça parte do Boletim 10!

Respeitamos seu email. Não gostamos de SPAM.

Você foi inscrito com sucesso!

Pin It on Pinterest

Receba as novidades do PRB no seu e-mail

Boletim 10: enviado às segundas-feiras. Não enviamos spam.