Coronavírus: Maria Rosas alerta para cuidados às pessoas com deficiência

Coronavírus: Maria Rosas alerta para cuidados às pessoas com deficiência

Deputada ressalta que as pessoas com deficiência intelectual não conseguem explicar o que estão sentindo, motivo que requer medidas de prevenção

Brasília (DF) – Pensando nas pessoas com deficiência, a deputada federal e também segunda vice-presidente da Comissão de Defesa da Pessoa com Deficiência, Maria Rosas (Republicanos-SP), alerta para atenção redobrada diante do novo coronavírus (Covid-19).

De acordo com as Secretarias de Estado da Saúde e dos Direitos da Pessoa com Deficiência (SED-PcD/SP), é importante esclarecer que ser uma pessoa com deficiência não significa, por si só, que ela apresente maior vulnerabilidade a Covid -19. Há entre essas pessoas àquelas que apresentam dificuldade para se comunicar, restrições respiratórias e fazem uso de medicamentos específicos. Portanto, estes são alguns dos fatores que exigem maior cuidado.

“As pessoas com deficiência intelectual não conseguem explicar o que estão sentindo. Por isso, é necessário observar as mudanças de comportamento e reforçar as medidas de prevenção”, aponta a deputada.

A republicana reforça que, para enfrentar a pandemia é essencial que as informações sobre como prevenir e conter o coronavírus sejam acessíveis para todos. “As campanhas de informação pública devem estar disponíveis em língua de sinais e em modos, meios e formatos acessíveis, incluída a tecnologia digital, as legendas, os serviços de retransmissão, as mensagens de texto, a leitura fácil e a linguagem simples”, observa.

Segundo ainda as Secretarias o tratamento deve ser redobrado com as pessoas com deficiência em quadro neurológico e idosos, pois, estes podem apresentam sintomas específicos com a infecção do covid-19, como perda de mobilidade, força e memória, fadiga e piora brusca no quadro geral de saúde. A orientação é não interromper o uso dos medicamentos regulares, exceto por ordem médica, e alertam para o uso de medicação imunossupressores, que podem elevar o risco à pessoa com deficiência a contrair a infecção. A recomendação é maior atenção quanto a higienização de cadeiras de rodas, bengalas, andadores e outros meios de locomoção. É ressaltada também a importância dos cuidados com o grupo de risco, como pessoas acima de 60 anos de idade, em condições autoimune, diabéticos ou hipertensos.

Proteja-se

As ações de prevenção devem ser para todos: lavar frequentemente as mãos com água e sabão; cobrir o nariz e a boca ao tossir e espirrar; evitar aglomerações; manter os ambientes bem ventilados; não compartilhar objetos pessoais e evitar contato próximo com toque ou aperto de mãos.

Texto: Ascom – deputada federal Maria Rosas
Edição: Agência Republicana de Comunicação (Arco)

 

REPORTAR ERRO

Informar erro

COMPARTILHE

FALE CONOSCO

O Republicanos está de portas abertas para ouvir você

Sugestões, críticas, dúvidas e elogios

faleconosco@republicanos10.org.br

FALE COM O PARLAMENTAR

Nesta semana, envie sua mensagem para a deputada federal Rosangela Gomes (Republicanos-RJ):

E-mail (clique aqui)
ou
(61) 3215-5438

QUEM É QUEM

Conheça as lideranças do Republicanos

CONFIRA

EU REPÓRTER

Deseja indicar uma matéria para sair aqui no Portal Republicanos?

pautas@republicanos10.org.br

RECEBA NO SEU E-MAIL

Enviamos para seu email os destaque da semana.
Faça parte do Boletim 10!

Respeitamos seu email. Não gostamos de SPAM.

Você foi inscrito com sucesso!

Pin It on Pinterest

Receba as novidades do PRB no seu e-mail

Boletim 10: enviado às segundas-feiras. Não enviamos spam.