Marcos da Luz quer representação estadual da aquicultura e pesca em Parintins (AM)

Marcos da Luz quer representação estadual da aquicultura e pesca em Parintins (AM)

Republicano quer a instalação de um escritório de representação da aquicultura e pesca para atender os pescadores da região do Baixo Amazonas

Publicado em 14/08/2017 - 00:00

Marcos da Luz quer representação estadual da aquicultura e pesca em Parintins (AM)
Republicano solicitou ao Executivo a implantação de um subescritório de representação da aquicultura e pesca para atender os pescadores da região do Baixo Amazonas

Parintins (AM) – O vereador Marcos da Luz (PRB) apresentou, na sessão ordinária da Câmara Municipal de Parintins da última terça-feira (8), indicação à prefeitura solicitando que a Secretaria Municipal de Produção, Abastecimento e Desenvolvimento Econômico Sustentável manifeste interesse de firmar um acordo de cooperação técnica com o Ministério da Indústria Comércio Exterior e Serviços, via Secretaria de Aquicultura e Pesca.

O parlamentar frisou que a finalidade da proposta é a instalação de um escritório de representação estadual da aquicultura e pesca em Parintins, para atender os pescadores da região do Baixo Amazonas, com serviços públicos afins. “Estima-se que em toda região do Baixo Amazonas mais de cinco mil pescadores não possuem o registro geral da pesca e com isso estes pescadores deixam de ter acesso a políticas públicas que lhe são asseguradas, além de praticarem o exercício de suas atividades de modo irregular. Com isso, certamente será um avanço na descentralização do serviço público que são oferecidos aos pescadores e que, ao mesmo tempo, tem sido o grande gargalo para acesso ao direito e aos benefícios das políticas públicas destinadas aos pescadores”, explicou Marcos da Luz.

O vereador do PRB também enfatizou a necessidade de elaborar uma legislação para disciplinar as promoções realizadas em âmbito municipal pelo Poder Executivo. Segundo Marcos, a prefeitura realiza, constantemente, manifestações para arrecadar alimentos e outros produtos com fins sociais, no entanto, essa ação não é regularizada e necessita de legislação específica. Segundo o republicano, tais ações envolvem arrecadação de recursos públicos e privados e o Legislativo deve autorizar esses eventos, uma vez que esses atos influenciam na prestação de contas do gestor municipal.

Texto: Mayara Carneiro / Ascom – vereador Marcos da Luz
Fotos: Pedro Coelho
Edição: Agência PRB Nacional

Eu repórter republicano

Quer ser um repórter republicano e ver sua matéria publicada no Portal PRB? É muito simples. A Agência PRB Nacional disponibiliza um contato direto para receber todo o conteúdo (textos e fotos). Anote aí o e-mail: [email protected]. Viu como é fácil? Agora é só participar e nos ajudar a manter esse canal sempre atualizado.

Reportar Erro
Send this to a friend