Gessivaldo Isaías pede mais segurança para Porto (PI)

Onda de violência aumentou muito o número de mortos no município

Publicado em 28/06/2011 - 00:00

Gessivaldo Isaías pede mais segurança para Porto (PI)
Onda de violência aumentou muito o número de mortos no município

Teresina (PI) – O deputado estadual Gessivaldo Isaías (PRB-PI), filho do Município de Porto, Região Norte do Piauí, mostrou-se preocupado com a violência que se instalou na região. Sensibilizado com a situação de insegurança no município, o deputado pediu à Secretaria de Segurança do Estado o reforço do policiamento em Porto, Campo Largo e Nossa Senhora dos Remédios.

“Queremos parabenizar o comandante da PM, coronel Rubens, e o secretário de Segurança, Robert Rios, por terem deslocado um sargento e quatro policiais para a cidade de Porto”, lembrou Gessivaldo Isaías que disse ainda: “O povo está atônito com essa onda de violência. Recentemente, traficantes de Miguel Alves trocaram tiros com os traficantes de Porto. Chegou ao limite a insegurança na cidade, onde a partir das 22 horas ninguém mais sai às ruas. As escolas tiveram que ser fechadas por causa das ameaças dos traficantes”, pontuou.

Gessivaldo afirmou que foram quatro mortes em Porto só este ano, sendo que duas foram assassinadas na mesma semana. “Estou clamando pela população de Porto. Temos que combater esses traficantes. A situação só não está fora de controle porque existe o policiamento vindo de Luzilândia. Essa realidade tem que ser colocada a público para que se busque uma solução urgente para a segurança de Nossa Senhora dos Remédios, Porto e Campo Largo”, defendeu o deputado republicano.

Texto: Assessoria de imprensa do deputado Gessivaldo Isaías

Eu repórter republicano

Quer ser um repórter republicano e ver sua matéria publicada no Portal PRB? É muito simples. A Agência PRB Nacional disponibiliza um contato direto para receber todo o conteúdo (textos e fotos). Anote aí o e-mail: pautas@prb10.org.br. Viu como é fácil? Agora é só participar e nos ajudar a manter esse canal sempre atualizado.

Reportar Erro