Eixão de Brasília: Evandro Garla pede basta para mortes

Deputado republicano alerta que mortes poderiam ser evitadas se lei de sua autoria já estivesse valendo

Publicado em 19/04/2013 - 00:00

Eixão de Brasília: Evandro Garla pede basta para mortes
Deputado republicano alerta que mortes poderiam ser evitadas se lei de sua autoria já estivesse valendo

Brasília (DF) – O deputado Evandro Garla (PRB-DF) usou a tribuna da Câmara Legislativa para comentar mais uma morte por atropelamento no Eixão no início desta semana. O parlamentar destacou os riscos que os pedestres correm ao tentar atravessar uma das pistas mais perigosas e movimentadas do Distrito Federal e disparou: “É revoltante ter que assistir a mais uma morte no Eixão, sabendo que temos uma Lei que poderia evitar essas tragédias, se o Poder Executivo já tivesse regulamentado. Até quando vamos ver pessoas perdendo a vida?”

Evandro Garla é autor da Lei 4.655/12, que cria o programa “Adote uma Passagem Subterrânea no Plano Piloto” cujo objetivo é recuperar as passagens subterrâneas das Entrequadras situadas ao Oeste e Leste do Eixo Rodoviário na Asa Sul e Norte. Com isso, os pedestres voltariam a usar esses locais para realizarem a travessia com segurança.

Segundo o parlamentar, a maioria das passagens subterrâneas está totalmente abandonada, servindo como redutos de usuários de drogas e de bandidos, que se aproveitam da falta de iluminação para assaltar quem ainda delas se utilizam. “É lógico que existem pessoas que preferem arriscar a vida entre os carros ao atravessar a via do que usar as passagens subterrâneas que exalam mail cheiro e são muito perigosas”, observou Garla.

Texto: Geysa Albuquerque – Assessoria de imprensa do deputado distrital Evandro Garla
Edição: Helen Assumpção – Comunicação Nacional do PRB
Foto: Jessé Vieira

Eu repórter republicano

Quer ser um repórter republicano e ver sua matéria publicada no Portal PRB? É muito simples. A Agência PRB Nacional disponibiliza um contato direto para receber todo o conteúdo (textos e fotos). Anote aí o e-mail: pautas@prb10.org.br. Viu como é fácil? Agora é só participar e nos ajudar a manter esse canal sempre atualizado.

Reportar Erro