Bulhões chama atenção para número de analfabetos funcionais

Líder pede investimentos na educação de qualidade e não só na quantidade

Publicado em 06/12/2012 - 00:00

Bulhões chama atenção para número de analfabetos funcionais
Líder pede investimentos na educação de qualidade e não só na quantidade

Brasília (DF) – Baseando-se no indicador de Analfabetismo Funcional, apurado pelo Instituto Paulo Montenegro e pela ONG Ação Educativa, o líder do PRB na Câmara, deputado federal Antonio Bulhões (PRB-SP), revelou preocupação com o número de analfabetos funcionais no Brasil. “Enquanto no biênio 2011-2012 verificou-se uma redução do número de analfabetos em comparação ao período de 2001-2002, baixando de 12% para 6% da população dos 15 aos 64 anos, o número de analfabetos funcionais cresceu de 61% para 73%, dados estarrecedores”, afirmou.

Especialistas avaliam como analfabeto funcional a pessoa incapaz de utilizar com exatidão a leitura, a escrita e as habilidades matemáticas, de forma a fazer frente às demandas de seu contexto social e utiliza-las para continuar aprendendo e se desenvolvendo do ponto de vista profissional e pessoal. “Pessoas que conseguem apenas escrever o próprio nome e fazer operações aritméticas rudimentares, sob esse ponto de vista, são consideradas apenas alfabetizadas. Pois têm comprometidas suas capacidades de assimilação a novas tecnologias assim como suas inserções ao mundo”, avaliou.

Segundo Bulhões, o erro do país foi ter optado nas últimas décadas pela quantidade a qualquer custo. “O resultado disso é a enorme quantidade de cidadãos com diploma e sem aptidão, inclusive estudantes universitários. Aproximadamente 38% destes não dominam habilidades básicas de leitura e escrita, segundo o mesmo indicador”.

Bulhões adverte que nenhuma política de inclusão ou ação de caráter compensatório pode fazer mais pelo individuo do que a educação. “Embora não possa e não queira negar em absoluto a enorme importância das políticas de inclusão adotadas pelo governo federal frente a realidade brasileira e seus terríveis déficits sociais ainda existentes, o desafio da educação básica, no que tange a alfabetização de qualidade, ainda está longe de ser vencido. Só superando-o  seremos a nação verdadeiramente livre, democrática e igualitária que queremos ser.

Texto: Paulo Gusmão – Liderança do PRB
Foto 1: Fábio Rodrigues Pozzebom. Foto 2: Douglas Gomes

Eu repórter republicano

Quer ser um repórter republicano e ver sua matéria publicada no Portal PRB? É muito simples. A Agência PRB Nacional disponibiliza um contato direto para receber todo o conteúdo (textos e fotos). Anote aí o e-mail: pautas@prb10.org.br. Viu como é fácil? Agora é só participar e nos ajudar a manter esse canal sempre atualizado.

Reportar Erro