Bulhões alerta malefícios do uso abusivo do álcool e reivindica maior efetividade da Lei Seca

Deputado republicano reforça a necessidade de intensificação de campanhas educativas.

Publicado em 01/04/2015 - 00:00

Bulhões alerta malefícios do uso abusivo do álcool e reivindica maior efetividade da Lei Seca
Levantamento feito pelo Ministério da Saúde aponta o índice aproximado de 20% de vítimas de trânsito atendidas em hospitais públicos após ingeriram bebida alcoólica

Brasília (DF) – O deputado Antonio Bulhões (PRB-SP) demonstrou preocupação com o envolvimento de jovens em casos de uso abusivo do álcool no Brasil, sobretudo o episódio recente que levou um estudante da cidade de Bauru, no Estado de São Paulo, à morte. Para o republicano, o acontecimento deixou evidente a situação de extrema vulnerabilidade que transforma o espaço escolar em lugar para festas marcadas pelo inadequado consumo de substâncias entorpecentes.

“Estudos médicos revelam o quanto o álcool pode ser nocivo à saúde. Ingerido em excesso, ele impacta o organismo de diferentes formas. Além de danificar a memória e gerar dependência química, pode afetar o ritmo cardíaco e a pressão sanguínea, com consequências muitas vezes irreparáveis. E se na esfera individual encontramos essa série de efeitos danosos, no plano social a situação também demanda atenção. O problema, além de favorecer a desagregação familiar, com frequência aparece nas estatísticas de acidentes automobilísticos, comprovando o perigo existente quando o álcool é associado à direção”, destacou.

Bulhões cita levantamento feito pelo Ministério da Saúde que aponta o índice aproximado de 20% de vítimas de trânsito atendidas em hospitais públicos após ingeriram bebida alcoólica. Segundo ele, os índices são preocupantes, pois reforçam a necessidade de intensificação de campanhas educativas e revelam a urgência no aperfeiçoamento dos órgãos de fiscalização.

“Queremos que a Lei Seca adquira o grau de efetividade esperado. Sabemos o quanto o álcool causa profundo impacto em toda a sociedade e quando verificamos, com maior atenção, os números referentes aos jovens afetados pelo problema, a situação ganha contornos ainda mais dramáticos”, alerta o deputado.

Texto: Mônica Donato / Ascom – Liderança do PRB
Foto: Douglas Gomes

Eu repórter republicano

Quer ser um repórter republicano e ver sua matéria publicada no Portal PRB? É muito simples. A Agência PRB Nacional disponibiliza um contato direto para receber todo o conteúdo (textos e fotos). Anote aí o e-mail: pautas@prb10.org.br. Viu como é fácil? Agora é só participar e nos ajudar a manter esse canal sempre atualizado.

Reportar Erro