Aprovada regras de assistência religiosa em presídios e hospitais do RS

Carlos Gomes quer resguardar direito dos cidadãos de decidir por receber assistência ou não

Publicado em 04/12/2012 - 00:00

Aprovada regras de assistência religiosa em presídios e hospitais do RS
Carlos Gomes quer resguardar direito dos cidadãos de decidir por receber assistência ou não

Porto Alegre (RS) – A regulamentação da assistência religiosa em presídios e hospitais do Rio Grande do Sul foi aprovada, na última semana, por 50 votos a zero, pelos deputados gaúchos. O Projeto de Lei 199/2011 assegura aos evangelizadores de todas as denominações religiosas o acesso às instituições hospitalares públicas e privadas e nos estabelecimentos prisionais civis e militares do estado.

A proposição de Carlos Gomes (PRB) prevê que o atendimento seja realizado de acordo com as determinações legais e as regras de cada entidade. A regulamentação desses serviços resguarda o direito dos cidadãos de decidir por receber assistência ou não, além de impedir o ingresso de falsos voluntários, que tentam entrar nas instituições com outros interesses.

“A assistência religiosa busca levar uma mensagem de esperança aqueles que enfrentam momentos de dor e sofrimento. A prática tem reconhecido papel na ressocialização de apenados e na cura de enfermos”, destaca o parlamentar. Para entrar em vigor, a matéria depende da sanção do governador Tarso Genro.

Fonte: Ascom Carlos Gomes
Foto: Adriana Pereira

Eu repórter republicano

Quer ser um repórter republicano e ver sua matéria publicada no Portal PRB? É muito simples. A Agência PRB Nacional disponibiliza um contato direto para receber todo o conteúdo (textos e fotos). Anote aí o e-mail: pautas@prb10.org.br. Viu como é fácil? Agora é só participar e nos ajudar a manter esse canal sempre atualizado.

Reportar Erro