Após reunião emergencial, prefeito monta ‘sala de crise’ em virtude das chuvas

Mario Esteves convocou, em caráter emergencial, reunião com lideranças da Defesa Civil, bem como das secretarias de Assistência Social, Serviços Públicos, Governo e Comunicação de Barra do Piraí (RJ)

Publicado em 08/02/2017 - 00:00

Após reunião emergencial, prefeito monta 'sala de crise' em virtude das chuvas
O que motivou o encontro foram as fortes chuvas recorrentes no município, ao longo dos últimos dias

Barra do Piraí (RJ) – O prefeito Mario Esteves (PRB) convocou, em caráter emergencial, uma reunião, na última segunda-feira (06), com lideranças da Defesa Civil, bem como das secretarias de Assistência Social, Serviços Públicos, Governo e Comunicação. O que motivou o encontro foram as fortes chuvas recorrentes no município, ao longo dos últimos dias. Diante do quadro, o chefe do Executivo determinou a formação de uma “sala de crise”, cujo objetivo é a disponibilização de um efetivo, oriundo de diversas pastas, para ser acionado sempre que necessário, em caso de tempestades, ocorrências graves etc.

A chamada “sala de crise”, sugerida pela Defesa Civil, será composta por representantes das seguintes áreas: Água e Esgoto, Assistência Social, Comunicação, Educação, Obras, Serviços Públicos, Polo de Emergência, Saúde, Guarda Municipal e Complexo da Califórnia. Segundo a determinação do prefeito, cada um desses setores deverá colocar pelo menos um funcionário à disposição da Defesa Civil, sempre que o órgão acionar, em casos de emergência provocados por fortes chuvas.

“Não tem pesadelo pior para um prefeito que chuva em uma cidade como Barra do Piraí, que não foi preparada, ao longo das últimas décadas, para o volume de chuva que tem sido frequente. Quando escuto o barulho da chuva no meu telhado, já não durmo mais. Com essa sala de crise, que simboliza uma grande força tarefa do governo no esforço de atender à população em situações emergenciais, a Defesa Civil terá um respaldo maior no seu trabalho”, disse Mario Esteves.

Além da “sala de crise”, o prefeito deu a ordem para que a secretaria de Serviços Públicos e a de Água e Esgoto atuem nos pontos nevrálgicos de inundações, de acordo com o levantamento da Defesa Civil, principalmente no que tange à limpeza de bueiros. “Neste momento, precisamos também da colaboração efetiva das pessoas, que devem se conscientizar e não jogar lixo em locais inapropriados, além de entulhos etc. Quando chove, tudo isso que é descartado de forma errada serve para complicar ainda mais a situação, porque entope os bueiros e piora os problemas. Tem, é claro, o fator da natureza, que é o imponderável, mas tem a nossa parte, tanto da prefeitura quanto do cidadão”, afirmou.

A partir de agora, sempre que chover forte e a equipe da Defesa Civil precisar se deslocar inteiramente para as ruas, a Guarda Municipal dará suporte no atendimento das ligações telefônicas, em especial na central do 199, que é a primeira porta de entrada dos casos emergenciais que chegam à Defesa Civil. “Para o ano que vem, garanto uma Defesa Civil melhor estruturada, com o trabalho de conscientização sendo feito junto à população ao longo do ano, para, quando chegar o período das chuvas fortes, estarmos mais bem preparados. Agora, que o momento é de emergência, não mediremos esforços para dar o amparo necessário à população”, finalizou o prefeito.

Texto e foto: Ascom – prefeitura de Barra do Piraí

 

Eu repórter republicano

Quer ser um repórter republicano e ver sua matéria publicada no Portal PRB? É muito simples. A Agência PRB Nacional disponibiliza um contato direto para receber todo o conteúdo (textos e fotos). Anote aí o e-mail: pautas@prb10.org.br. Viu como é fácil? Agora é só participar e nos ajudar a manter esse canal sempre atualizado.

Reportar Erro