Alan Rick comemora chamamento de 1.004 médicos brasileiros para Programa Mais Médicos

Republicano comemorou mais uma conquista da emenda de sua autoria que modificou os critérios do programa e beneficiou médicos brasileiros formados no exterior

Publicado em 10/11/2016 - 00:00

Alan Rick comemora chamamento de 1.004 médicos brasileiros para Programa Mais Médicos
Alan Rick recebeu homenagens acaloradas, na semana passada, de profissionais formados no exterior, aos quais agradeceu pelo carinho

Brasília (DF) – Ao ser informado sobre o chamamento de 1.004 médicos brasileiros para trabalhar em 462 cidades do país, em edital que será publicado nesta sexta-feira (11) pelo Ministério da Saúde, o deputado federal Alan Rick (PRB-AC) comemorou mais uma conquista da emenda de sua autoria que modificou os critérios do Programa Mais Médicos. A proposta do republicano, acatada na Portaria 1708/2016, assegura aos médicos brasileiros formados no exterior, o direito de se inscrever nos editais para contratação do programa Mais Médicos.

Sem o advento da proposta, os brasileiros formados, por exemplo, em países como Paraguai, na Bolívia, no Peru, na Colômbia, dentre outros, eram obrigados a entrar na justiça para ter direito de ingressar no programa. “Me sinto muito feliz por ter contribuído para o reconhecimento prático a esses profissionais. Eles se esforçaram muito e merecem. De certa forma, a nossa proposta também desburocratiza o Programa Mais Médicos e eleva a estimativa de atendimento a pessoas carentes em regiões remotas, onde a escassez de profissionais em Medicina é um problema social gravíssimo”, disse Alan Rick.

Alan Rick recebeu homenagens acaloradas, na semana passada, de profissionais formados no exterior, aos quais agradeceu pelo carinho. O governo quer substituir 838 vagas ocupadas hoje por profissionais cubanos e repor 166 cargos de médicos que desistiram do programa. Os critérios de seleção estarão no edital a ser publicado no Diário Oficial da União (DOU). Em princípio, o Ministério da Saúde informou que a vinda dos profissionais cubanos correspondia, desde o princípio, a uma política temporária de saúde, e que a prioridade é contratar profissionais brasileiros.

Texto: Káttia Daniel / Ascom – deputado federal Alan Rick
Foto: Cedida

 

Eu repórter republicano

Quer ser um repórter republicano e ver sua matéria publicada no Portal PRB? É muito simples. A Agência PRB Nacional disponibiliza um contato direto para receber todo o conteúdo (textos e fotos). Anote aí o e-mail: [email protected]. Viu como é fácil? Agora é só participar e nos ajudar a manter esse canal sempre atualizado.

Reportar Erro
Send this to a friend