PRB realiza 1º Seminário Nacional em Brasília

O objetivo do evento foi reunir os dirigentes estaduais para discutir os ideais republicanos e aprofundar o conhecimento sobre a relação entre político e eleitor

Publicado em 22/02/2008 - 20:46

Brasília (DF) – “Republicanismo” foi o tema do I Seminário Nacional do PRB/2008 em parceria com a Fundação Republicana Brasileira (FRB), ocorrido no dia 22 de fevereiro, em Brasília. O evento contou com a participação do vice-presidente da República e presidente de Honra do PRB, José Alencar; do presidente nacional do PRB, Vitor Paulo dos Santos; do senador Euclydes Mello (AL); dos deputados federais Léo Vivas (RJ), Cleber Verde (MA) e Marcos Antônio (PE); e do prefeito Carlos Aimar (Araçariguama/SP); presidentes regionais e demais autoridades do PRB.

O objetivo do evento foi reunir os dirigentes estaduais para discutir os ideais republicanos e aprofundar o conhecimento sobre a relação entre político e eleitor. O cientista político Leonardo Barreto; o diretor financeiro do PRB, Mauro Silva; e o consultor político partidário, Dr. Paulo Fernando de Vasconcelos, constituíram o quadro de palestrantes do evento.

Dentre os temas abordados, o seminário debateu o trabalho do político em nome do bem da coletividade e a construção da “nova política” no Brasil. Além disso, foram apresentados os projetos da FRB para este ano, como os cursos de formação política, gerenciamento de campanhas, assessoria parlamentar, entre outros, voltados para os militantes, políticos e população em geral.

O discurso do presidente nacional do PRB, Vitor Paulo dos Santos, tratou sobre a desconfiança da sociedade brasileira em relação aos políticos, aos partidos e às instituições. Ele apresentou como dica para mudar esse quadro que os republicanos “mostrem algo novo e pulsante” somado a duas características presentes na alma do brasileiro: “Solidariedade e voluntariado”.

“Nosso dever vai além de administrar cidades; é também reconciliar esses dois mundos, construir pontes para que a população possa voltar a se orgulhar de seus dirigentes, voltar a confiar no futuro e voltar a respeitar a democracia”, declarou Vitor Paulo.

José Alencar

Levar trabalho e benefícios à coisa pública foi uma das observações do vice-presidente da República, José Alencar, que abrilhantou o seminário.

“Se trabalharmos bem, com dedicação e seriedade, com probidade no trato com a coisa pública, intransigentemente nós podemos salvar a imagem da política nacional”, ressaltou.

Alencar lembrou que os republicanos são conscientes de suas responsabilidades porque “são pessoas que têm compromisso com a Pátria e com a democracia”.

Sobre a participação do PRB no âmbito eleitoral, o presidente de Honra destaca o crescimento da agremiação. “Hoje, o partido está presente em 70% dos municípios brasileiros. É um feito extraordinário! Vamos eleger um vereador em cada município. Em outros, teremos muito mais que isso”, enfatizou.

A mensagem de Crivella

Embora ausente, o senador Marcelo Crivella (PRB-RJ) transmitiu mensagem a todos os republicanos e ao vice-presidente da República José Alencar, lida pelo seu assessor jurídico, Dr. Ailton Cardoso. “Vossa Excelência deu à Pátria e, sobretudo e principalmente, ao nosso Partido, a grandeza do gesto político dos estadistas que na vida pública esquecem de si mesmos para melhor servir ao povo”, dizia um trecho da mensagem.

Crivella relembrou também o momento em que Alencar recusou o convite dos grandes partidos para poder iniciar um novo partido (o PRB, a quem ele deu o nome), mesmo com todos os obstáculos que isso representava. “O PRB não pode ser pequeno se nasceu de um gesto político tão grande”, frisou ao finalizar: “Sua militância se politiza, se organiza e se prepara para participar decisivamente dos destinos nacionais”.

Texto: Helen Assumpção e Jaquelina Nascimento / Agência PRB Nacional
Fotos: Jessé Vieira

 

 

Reportar Erro