Vereador Washington Uchôa e Sindicato dos Rodoviários debatem dupla função de motoristas

Eles se reuniram com deputado federal Antonio Furtado em busca de apoio para solução do problema em Volta Redonda (RJ)

Publicado em 09/04/2019 - 00:00

Volta Redonda (RJ) – Com o objetivo de encontrarem uma solução para o fim da dupla função dos motoristas de ônibus em Volta Redonda, que em sua maioria precisam dirigir e cobrar o valor da passagem, o vereador Washington Uchôa (PRB) e representantes do Sindicato dos Rodoviários, reuniram-se com o deputado federal Antonio Furtado, na noite da última sexta-feira (5).

O vice-presidente da Força Sindical, Luiz Rogério de Freitas, explicou toda a situação da dupla função no município. “Existe uma lei, mas que não é colocada em prática. É uma crueldade o que fazem com o trabalhador. Infelizmente os empresários só estão visando o lucro”, disse.

“Realmente essa é uma questão de respeito com o trabalhador e com a população também, além de ser uma questão de segurança no trânsito. Isso não pode acontecer”, afirmou Antonio Furtado, ressaltando que olhará com carinho o ofício recebido do Sindicato dos Rodoviários por acreditar na causa. O deputado ficou de verificar em Brasília se os projetos sobre a dupla função estão em andamento ou se foram arquivados. “Vou fazer com que isso ande em Brasília para que seja uma questão a ser colocada em prática realmente. Não adianta ter a lei no município, mas a mesma não ser colocada em prática”, afirmou.

“Essa é uma luta grande e farei o que estiver ao meu alcance para que a lei seja cumprida em Volta Redonda. Não adianta fazermos a lei e as empresas entrarem com liminar. Fiz questão de intermediar esse encontro entre o sindicato e o deputado por acreditar que a dupla função só traz prejuízos”, disse o vereador Washington Uchôa, autor de uma emenda na Lei Municipal 5.448 que estabelece sanções e multas aplicáveis em decorrência das infrações cometidas por aqueles que explorem o transporte coletivo no município.

Segundo a emenda o motorista de ônibus fica proibido, além de sua função de dirigir, de realizar venda e/ou controle dos bilhetes tarifários, no interior dos mesmos, caracterizando dupla função.

Texto e foto: Ascom – vereador Washington Uchôa
Edição: Agência PRB Nacional

Reportar Erro
Send this to a friend