Sancionada lei que regulamenta a atividade de optometristas em Taubaté

Sancionada lei que regulamenta a atividade de optometristas em Taubaté

De autoria do vereador Nunes Coelho, lei regulamenta a profissão de optometrista, responsável por examinar e avaliar a visão

Publicado em 09/12/2019 - 00:00

Taubaté (SP) – Foi sancionada na sexta-feira (6), a lei de autoria do vereador Nunes Coelho (Republicanos) que disciplina as normas para a concessão de alvará sanitário para a instalação de gabinetes optométricos em Taubaté.

“Quem ganha com nossa iniciativa são esses profissionais, que se especializaram nesse ramo de atendimento à saúde dos olhos, e que estão preparados para atender a população”, comentou o parlamentar.

De acordo com o Conselho Brasileiro de Óptica e Optometria, ao optometrista cabe avaliar as anomalias do sistema ocular através da aplicação de provas não invasivas, detectar as alterações da acuidade visual, disfunções e alterações da visão binocular e do campo visual.

Segundo informações do departamento de Pós-Graduação da FG Faculdade Global, a diferença entre oftalmologia e optometria, é que a primeira visa diagnosticar e tratar todas as doenças do sistema visual, já a segunda trabalha fora do órgão globo ocular e foca no sentido da visão, corrigindo miopias, hipermetropias, astigmatismos, que não são doenças, são defeitos da visão.

“Fui procurado por representantes da categoria que atuam na cidade, e percebi a importância de uma lei que regulamentasse a atividade, segundo levantamento que fiz, em Taubaté, das pessoas na fila de atendimento de saúde que apresentam qualquer problema relacionado à visão, pouco mais de dez por cento precisam de atendimento oftalmológico, a grande maioria uma consulta optométrica resolveria seu problema”, informou Nunes Coelho.

Texto e foto: Ascom – vereador Nunes Coelho
Edição: Agência Republicana de Comunicação (ARCO)

Reportar Erro