Samu inicia comemoração pelos 15 anos de atuação em Caxias do Sul

Prefeito Daniel Guerra (Republicanos) recebeu equipe do serviço na quarta-feira (14)

Publicado em 16/08/2019 - 00:00

Caxias do Sul (RS) – O prefeito Daniel Guerra (Republicanos) recebeu na quarta-feira (14) o secretário municipal da Saúde (SMS), Júlio Freitas, e a equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). O grupo entregou ao chefe do Executivo um convite para as atividades comemorativas dos 15 anos do serviço de urgência e emergência, celebrados em 24 de agosto.

Segundo o diretor-geral do Samu, Thyago Anzolin Coser, no sábado (24), a base do serviço será deslocada para a praça Dante Alighieri, das 10h às 14h. Isso quer dizer que as ambulâncias partirão deste ponto para atender os chamados. O objetivo é uma aproximação com a população. A equipe também orientará a comunidade sobre as situações em que se deve acionar o Samu, pelo telefone 192. Nesta mesma data, à noite, haverá um jantar de confraternização, no Quinta Estação, às 20h. O evento está sendo organizado por iniciativa dos servidores.

Em 31 de agosto será realizada a I Jornada de Emergência Pré-Hospitalar de Caxias do Sul, das 8h30 às 17h, no Bloco J da Universidade de Caxias do Sul (UCS). Haverá palestras pela manhã e oficinas práticas à tarde. A programação é voltada para profissionais da área de atendimento pré-hospitalar e estudantes da área da saúde. Cerca de 150 pessoas já confirmaram participação.

Ao receber o convite para as atividades, Daniel Guerra elogiou a equipe. “Parabéns a esta brava equipe que, no anonimato, desempenha sua missão com responsabilidade, competência, respeito e cuidado com vida das pessoas”, disse. O prefeito também lembrou dos investimentos feitos no Samu. “Renovamos a frota de ambulâncias, uma das principais necessidades do serviço. Investimos quase R$ 2 milhões para oferecer mais qualidade de atendimento à população e melhores condições de trabalho aos servidores”, afirmou.

Júlio Freitas informou que o próximo passo para qualificação é a descentralização. “Estamos empenhados em levar uma base do Samu para o interior, garantindo ainda mais agilidade”, disse. Já o diretor da Rede de Urgência e Emergência da SMS, Fábio Baldisseroto, enalteceu as melhorias. “Foram muitos obstáculos, especialmente no início. Mas hoje temos um Samu de excelência. É um dos melhores do Brasil no que se refere à estrutura e à competência da equipe. Isso se evidencia em encontros que participamos pelo país”, declarou.

Serviço recebe cerca de 300 ligações por dia

Levantamento deste primeiro semestre de 2019 aponta que o Samu recebeu cerca de 300 ligações diárias pelo 192. Deste total, em média, 130 resultaram em regulações médicas, 42 em envios de ambulância para atendimentos e oito encaminhamentos de ambulâncias para transporte de pacientes entre serviços de saúde.

O diretor-geral do Samu, Thyago Coser, informa que ainda são registrados cerca de 10 trotes diários. Segundo ele, a estatística já foi pior. No ano passado, a média foi de 19 por dia. No primeiro ano de implantação do serviço (2011), foram 105. Ele faz um apelo pela conscientização permanente da população. “O tempo e os recursos gastos com um trote podem atrasar o atendimento a um paciente em situação de ameaça à vida. Pedimos que especialmente as crianças sejam orientadas quanto a isso”, solicitou.

O Samu presta socorro à população em casos de urgência e emergência, com atendimentos em residências, locais de trabalho e vias públicas. O socorro é feito após chamada telefônica gratuita pelo número 192. O serviço deve ser acionado nos casos em que o paciente tem agravos na saúde que podem levar à morte em poucas horas, como:

– Ocorrência de problemas cardiorrespiratórios
– Casos de intoxicação, trauma ou queimadura
– Trabalhos de parto
– Tentativas de suicídio
– Crises hipertensivas
– Acidentes com vítimas
– Choque elétrico
– Acidentes com produtos perigosos

Texto: Ascom – Prefeitura de Caxias do Sul
Foto: Daniel Bianchi

Reportar Erro