Dia do Conselheiro Tutelar é celebrado na Câmara de Salvador

Homenagem foi proposta pelo vereador Luiz Carlos (Republicanos), presidente da Frente Parlamentar em Defesa da Juventude da Câmara Municipal de Salvador

Publicado em 18/11/2019 - 00:00

Salvador (BA) – Na manhã desta segunda-feira (18), uma sessão especial realizada na Câmara Municipal de Salvador, proposta pelo vereador Luiz Carlos (Republicanos), presidente da Frente Parlamentar em Defesa da Juventude, homenageou os conselheiros tutelares pela passagem da data. Na capital baiana, existem 90 conselheiros, que atuam em 18 conselhos espalhados pela cidade.

Os conselheiros atuam no recebimento de denúncias de maus-tratos, violência sexual, trabalho infantil, entre outras violações de direitos. Eleitos pelo povo, eles também são responsáveis pela fiscalização e aplicação das políticas públicas direcionadas à população infantojuvenil.

Dia do Conselheiro Tutelar é celebrado na Câmara de SalvadorDiversos conselheiros participaram da sessão, além de representantes de entidades de defesa das crianças e adolescentes. Durante seu discurso, o vereador Luiz Carlos afirmou que os conselheiros são movidos pelo instinto de cuidar, mas que desempenhar o ofício muitas vezes não é uma tarefa fácil. “São as mãos dos conselheiros tutelares que seguramos pedidos de socorro, que enxugam as lágrimas e estendem a bandeira da esperança de futuro para crianças e adolescentes”, afirmou.

Além do republicano, também integraram a mesa da sessão o coordenador do Centro de Defesa da Criança e Adolescente (Cedeca), Waldemar Almeida de Oliveira; o deputado estadual Jurailton Santos (Republicanos-BA); Walterlei Dias, representando o deputado federal Márcio Marinho (Republicanos-BA); Janderson Louvores, representando o deputado estadual José de Arimateia (Republicanos-BA); Deise Menezes, subsecretária Municipal de Políticas para Mulheres, Infância e Juventude;  Andreia Borges, conselheira tutelar; e Ailton Rodrigues, coordenador do Centro de Referência de Assistência Social (Cras).

Texto e fotos: Ascom – vereador Luiz Carlos

Reportar Erro