Crivella divulga balanço da primeira de operação no Centro do Rio

Operação de ordenamento urbano acontece há uma semana no Centro da cidade do Rio de Janeiro

Publicado em 20/08/2019 - 00:00

Rio de Janeiro (RJ) – O prefeito Marcelo Crivella (Republicanos) anunciou na tarde de segunda-feira (19) o balanço sobre a operação de ordenamento urbano que acontece há uma semana no Centro do Rio. A iniciativa promoveu até o momento, entre outros dados, o mapeamento de 371 pessoas em situação de rua com o acolhimento de 53 delas; a apreensão de 12 facas, cinco barras de ferro e de três tesouras; a detenção de um foragido da Justiça, encaminhado à 5ª DP (Centro); a abordagem de 201 ambulantes irregulares e o recolhimento de 22 toneladas de lixo e entulho. Durante reunião promovida no Palácio da Cidade com diversos de seus secretários, o prefeito anunciou que a iniciativa será prorrogada durante essa semana no Centro e também estendida para outras áreas da cidade.

“Estamos trabalhando muito a região do Centro. A operação continua nessa semana no mesmo ritmo: abordando a população de rua, tapando buracos, consertando calçadas, trocando lâmpadas etc. A ação será estendida e também levada para outras áreas da cidade”, anunciou o prefeito.

Durante toda a semana passada, equipes de diversos órgãos municipais atenderam demandas como limpeza, reparo de calçadas e da iluminação, combate ao comércio irregular, poda de árvores e recuperação de monumentos públicos. Um dos principais pontos de atuação foi a abordagem da população em situação de rua, a primeira após a publicação do Decreto nº 46.314, do último dia 2 de agosto. A Secretaria Municipal de Assistência Social e Direitos Humanos percorreu as ruas do Centro com assistentes, pedagogos e psicólogos, encaminhando diversas pessoas para abrigos públicos e para o Hospital Souza Aguiar.

“Com a nova lei, temos o dever de identificar o usuário de drogas que apresente risco para a sua própria vida ou para alguém. Com a palavra de um médico ou de um familiar, aí sim poderá haver a internação involuntária”, afirmou o prefeito.

A operação da semana passada envolveu diversos órgãos municipais como as secretarias de Assistência Social e Direitos Humanos, Ordem Pública, Infraestrutura e Habitação e Saúde, a Coordenadoria de Controle Urbano, a Comlurb, a RioLuz, a Guarda Municipal e a Superintendência do Centro. A ação, que começou no entorno do Largo do Carioca e foi estendida para todo o Centro, contou ainda com o apoio da Polícia Militar.

A operação foi determinada pelo próprio prefeito em uma reunião com seu secretariado. Toda a região foi mapeada e os principais problemas de cada uma de suas áreas identificados. Para dar apoio à operação, uma base da Guarda Municipal foi instalada no Largo da Carioca e lá ficará estacionada até o final dos trabalhos.

A Prefeitura do Rio de Janeiro foi a primeira do país que se reuniu com o governo federal para tratar da implementação da nova legislação federal que autoriza a internação compulsória de usuários de drogas. No último dia 8, o prefeito e o ministro da Cidadania, Osmar Terra, discutiram no Palácio da Cidade ações conjuntas para acolher esses usuários, além de políticas de prevenção e também de segurança que contariam ainda com a participação do estado.

No início do mês, o Diário Oficial do Município publicou decreto do prefeito determinando como deveria ser a assistência a pessoas em situação de rua e com orientações para a recuperação de dependentes de drogas. O texto estabelece regras e condições de acolhimento e também para internações voluntárias e involuntárias. A Lei Federal 13.840, que altera pontos do Sistema Nacional de Políticas Públicas sobre Drogas e autoriza a internação involuntária, foi sancionada em junho deste ano pelo presidente da República, Jair Bolsonaro.

Números da operação no Centro da Cidade – primeira semana

SMASDH – Pessoas em situação de rua

Mapeados: 371
Abordados: 133
Acolhidos: 53
Encaminhados ao Hospital Municipal Souza Aguiar: 3

Comlurb

Resíduos: 22 toneladas recolhidas
Podas de árvores: 38
Remoção de árvores: 2
Instalação de papeleiras: 30
Troca de papeleiras: 13
Remoção de pichação: de 86 mobiliários urbanos

Secretaria Municipal de Fazenda/ CDU – Comércio ambulante irregular

Ambulantes irregulares abordados: 201
Ambulantes regulares abordados: 29
Autos de apreensões lavrados: 31
Notificações: 6
Apreensões: 787 itens, incluindo estruturas de barracas, carrocinhas, tabuleiros, além de bebidas, alimentos, brinquedos e diversos materiais
Mercadorias descartadas: 130

Guarda Municipal / Seop

Um detido
Apreensão de 12 facas, 5 barras de ferro e 3 tesouras
Efetivo empregado: 400 GMs e 65 viaturas
Veículos reboques: 37

Seconserva

Limpeza de ralos: 50
Rede de drenagem: 150 metros recuperados
Buracos reparados: 70
Reparo de calçamento (pedra portuguesa): 80 metros quadrados
Reparos em rampa de acesso: 10 metros quadrados

Rio Luz

Trocas de lâmpadas: 130
Instalação de projetores: 10
Restabelecimento de circuito: 4
Instalação de cabo: 80 metros
Troca de reatores e de tampão articulado: 6
Ligações clandestinas encontradas: 10

Texto: Ascom – Prefeitura do Rio de Janeiro
Foto: Marcos de Paula

Reportar Erro