Câmara aprova projeto que incentiva prática de artes marciais em Campinas

Câmara aprova projeto que incentiva prática de artes marciais em Campinas

Proposta do vereador Fernando Mendes institui o “Dezembro Faixa Preta” dedicado a promover a inserção das artes marciais nas escolas e instituições do município

Publicado em 04/11/2019 - 00:00

Campinas (SP) – A Câmara Municipal de Campinas aprovou, no dia 30 de outubro, projeto de lei do vereador Fernando Mendes (Republicanos) que inclui no calendário municipal o “Dezembro Faixa Preta”, que tem como objetivo instituir naquele mês a divulgação, reflexão e a inserção das artes marciais nas escolas e instituições do município.

De acordo com Mendes, o esporte funciona como ferramenta de auxílio na formação de pessoas, proporcionando o bem-estar físico e mental.

“O projeto “Dezembro Faixa Preta” é de uma importância gigantesca para a nossa cidade e servirá para corrigir uma injustiça no reconhecimento e apreciação daqueles que são formadores de campeões”, disse Fernando Mendes.

Mestres, professores e alunos prestigiaram a sessão que aprovou a conquista para as artes marciais. “Quero agradecer o vereador Fernando Mendes e o secretário de esportes Dário Saadi por esta oportunidade. A arte marcial sai daqui feliz e honrada com este reconhecimento”, disse Roberto Thomaz, mestre de karatê e jiu jitsu.

Fernando Mendes lembra que a arte marcial está presente em todos o planeta, quebrando barreiras e paradigmas. O futebol continua sendo o esporte mais praticado no mundo, porém, inegavelmente, as artes marciais conquistaram um lugar cativo.

“É dever do educador ensinar a arte da luta e transmitir conceitos como respeito, igualdade, espírito de equipe e justiça. Assim como existem as modalidades que focam mais na defesa pessoal e no condicionamento físico, mental e espiritual, há também aquelas de caráter competitivo”, ressalta Fernando Mendes.

Projeto segue para sanção ou veto do Executivo municipal.

Texto e foto: Ascom – vereador Fernando Mendes 
Edição: Agência Republicana de Comunicação (ARCO)

Reportar Erro