TPM: Dezembro Vermelho pede conscientização sobre aumento da Aids

As Nações Unidas alertam sobre a alta dos diagnósticos em mulheres

Publicado em 01/12/2020 - 07:40

Brasília (DF) – Dezembro inicia trazendo um tema importante: a necessidade da conscientização e prevenção à Aids. Dados da UNAIDS, programa das Nações Unidas, revelaram que semanalmente cerca de seis mil mulheres de 15 a 24 anos de idade são infectadas por HIV. Muitas dessas pacientes foram infectadas após episódios de violência sexual.

Outro dado perturbador é que a doença, no mundo, é a maior causa da morte entre mulheres que estão dentro da idade reprodutiva (entre 15 e 49 anos).

A Dra. Dani Peev, ginecologista obstetra, foi reeleita pelo Republicanos para o segundo mandato de vereadora de Cerquilho (SP) e afirma que campanhas são altamente importantes para a conscientização sobre o tema. “É importante frisar que um diagnóstico precoce pode aumentar consideravelmente a expectativa de vida dessas mulheres. Precisamos retomar as campanhas nacionais de prevenção da Aids, pois após a melhora no tratamento, com o aumento da expectativa de vida, as pessoas se descuidaram da proteção, aumentando novamente esse índice de contaminação”, explicou.

A UNAIDS esclarece justamente o ponto abordado pela republicana, que é preciso investir em programas e políticas para fomentar igualdade, promover educação e gerar mais empoderamento econômico das mulheres e reformar leis que garantam o direito delas. A participação das mulheres em processos decisórios sobre o programa de HIV, o apoio delas à liderança das mulheres e dos jovens em todas as etapas de ações de resposta ao HIV são fundamentais para o fim desses dados tão preocupantes.

Reeleita vereadora para seu terceiro mandato, a enfermeira Joelma Mariano (Republicanos) reitera que a prevenção ao lado da conscientização informativa é uma das respostas mais positivas para sanar a doença. “A prevenção ainda é o melhor caminho. Vivemos em um mundo cheio de tabus, por isso essa questão ainda é tão urgente”, ressaltou a republicana.

Campanha

A campanha “Dezembro Vermelho” tem o objetivo de conscientizar a população sobre uma das doenças que mais mata no mundo: a Aids. Não apenas informar as pessoas sobre os sintomas, perigos e formas de se prevenir da doença, mas, também, auxiliar no combate contra o preconceito que os portadores de HIV sofrem na sociedade.

O vírus da Aids (HIV) destrói as células brancas do organismo, responsáveis em proteger e combater doenças no corpo humano. Com a destruição das defesas do organismo, o corpo fica fragilizado e propício a ser atacado por inúmeras doenças, como pneumonias, infecções, herpes e até mesmo alguns tipos de câncer.

Texto: Gabbriela Veras / Ascom – Mulheres Republicanas Nacional
Foto: Arquivo Mulheres Republicanas Nacional
Fonte: Unaids (Programa Conjunto das Nações Unidas sobre HIV/AIDS) e Ministério da Saúde (MS)

Reportar Erro
Send this to a friend