Renata Sene fala sobre desafios para 2021 à frente de Francisco Morato (SP)

Em entrevista ao programa Cidadania, da TV senado, republicana falou sobre o planejamento de sua administração e os impactos da pandemia

Publicado em 01/12/2020 - 14:28

Francisco Morato (SP) – Na quinta-feira (27), a prefeita reeleita de Francisco Morato, Renata Sene (Republicanos), foi convidada para falar sobre os principais desafios para 2021 no programa Cidadania, da TV Senado. Recuperação da economia, arrecadação de impostos, atenção básica à saúde, ensino público e mobilidade urbana foram os temas da entrevista.

“Adotamos uma série de medidas que congelam os juros. É um desafio para todos nós, pois o impacto na nossa economia é de 30%. A gente vai entender o primeiro trimestre do ano que vem para a partir de aí compreendermos como vai caminhar a ordem econômica e assim projetar como será o restante do ano”, disse Renato sobre o tema economia.

Outro ponto abordado foi a educação, que foi uma das áreas mais afetadas por causa do isolamento social em virtude da pandemia do novo coronavírus (Covid-19). Para driblar a possível queda na qualidade de ensino, a prefeita pontuou quais medidas foram adotadas. “O município tem criado muitas estratégias para que as crianças fiquem na escola. Então, a gente se preocupa que a evasão possa acontecer nesse momento. Aqui, fizemos um projeto tanto para a retomada, quanto para a não retomada do ensino presencial. Criamos um sistema municipal de avaliação que garante a acolhida dessa criança para saber em que estágio de desenvolvimento ela está”, contou a republicana.

Renata falou também sobre a atual realidade de Francisco Morato. “A nossa principal preocupação está na infraestrutura da cidade, pois precisamos criar condições para que as pessoas possam ir e vir, mas também tenho que falar sobre o tema da saúde, que nos preocupa bastante. Apesar dos desafios, que existem e são muitos, temos gestões bem qualificadas que conseguem trazer resultado positivo apesar da crise”, finalizou.

Além da republicana, a entrevista contou com a participação de Glademir Arolde, presidente da Confederação Nacional de Municípios (CNM).

Texto: Gabbriela Veras / Ascom – Mulheres Republicanas Nacional
Fonte e foto: TV Senado

Reportar Erro
Send this to a friend