Priscila Sampaio participa da inauguração de delegacia em Taboão da Serra

A vereadora reiterou a necessidade de reforçar a segurança da região

Publicado em 30/07/2020 - 18:14

Taboão da Serra (SP) – Um novo dispositivo contra a criminalidade foi instalado em Taboão da Serra. A Secretaria Estadual de Segurança inaugurou a nova sede da Delegacia de Investigações sobre Entorpecentes (Dise) na última sexta-feira (24) e a cerimônia de abertura do local, contou com a presença da presidente municipal do Republicanos, vereadora Priscila Sampaio.

A republicana na ocasião esclareceu e ressaltou a necessidade de reforçar a segurança do município. “Hoje inauguramos a nova sede do DISE, GARRA e SIG, um equipamento maravilhoso de segurança para a nossa cidade. Todos os profissionais poderão contar com uma excelente estrutura e quem ganha é o povo de Taboão da Serra. Parabéns a todos os envolvidos pelo compromisso com a nossa cidade”, comemorou.

Além da DISE, que ficará responsável pela investigação de tráfico de drogas, outras duas unidades foram instaladas no complexo, como explicou a Priscila. O Grupo Armado de Repressão a Roubos e Assaltos (Garra), fará o policiamento preventivo e o Setor de Investigações Gerais (SIG), tem como objetivo prevenir crimes contra o patrimônio e os crimes mais graves.

Nas três unidades, serão 35 policiais, divididos entre delegados, investigadores e escrivães. A nova Delegacia se une a outros três locais de apoio: a central, a de Pirajussara e a Delegacia da Mulher.

Números da violência na cidade

Os investimentos na segurança de Taboão da Serra são refletidos nos dados da criminalidade. O balanço de 2019 mostra que o índice de homicídios, por exemplo, caiu 40% com relação ao mesmo período de 2018. Os furtos também tiveram uma queda considerável. Em 2018, foram 500 veículos furtados, contra 388 em 2019.

Já os casos de latrocínio, que são roubos seguidos de morte, diminuíram 50% quando os dois períodos foram comparados. Os roubos em geral reduziram 26,4%, de acordo com a Secretaria de Segurança Pública, com 178 registros em abril de 2019 contra 242 no mesmo mês de 2018.

Ainda de acordo com a SSP, os casos de estupro de vulnerável caíram consideravelmente. Foram oito casos em abril de 2018 e dois casos no mesmo período de 2019.

Texto: Gabbriela Veras | Ascom – Mulheres Republicanas, com informações da Secretaria de Segurança Pública de São Paulo
Foto: reprodução

 

 

Reportar Erro