Mulheres serão a maioria dos eleitores em 2022

Republicanas exaltam o número e também falam sobre o processo eleitoral e os cuidados a serem tomados durante a campanha

Publicado em 16/08/2022 - 14:12

Brasília (DF) – Começou! À 00h desta terça (16), foi dada a largada para o início da campanha eleitoral 2022 em todo o Brasil. E nesta eleição, as mulheres são maioria dos eleitores. Das 156.454.011 pessoas aptas a votar, 82.373.164 são do público feminino, 53% do total. Segundo números do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), as mulheres ainda tem a maior parcela nos maiores colégios eleitorais do país como São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais e também no exterior, sendo 59% do público habilitado a votar. As mulheres poderão decidir a eleição deste ano, que terá candidatos e candidatas para presidente da República, vice-presidente da República, deputados (as) estaduais e federais, governador (as) e senador (as) e se notabilizará como a campanha mais curta da história, com apenas 45 dias de duração.

A Advogada do Mulheres Republicanas, Virgínia Souza, chama a atenção das candidatas para as mudanças na legislação eleitoral para o pleito deste ano, onde qualquer erro pode ser fatal e que futuramente, pode levar a uma impugnação e até a uma cassação do mandato. “Recomendo sempre ter uma equipe cuidadosa e uma supervisão detalhada no que está sendo feito. Por ser uma campanha de eleições gerais, abrange um nicho eleitoral mais amplo a nível estadual e nacional”, disse.

A secretária nacional do Mulheres Republicanas, a deputada estadual Tia Ju (Republicanos-RJ), também pediu maior cuidado com as novidades para a campanha de 2022 e a expectativa do Republicanos com relação ao aumento das candidaturas femininas. “Este ano temos a consolidação da regra de que 30% dos recursos públicos devem ser destinados para as campanhas das mulheres e dos negros e e também a violência política de genero que será tratada com mais rigor. Tenho certeza que o Republicanos será um dos partidos com mais candidatas vitoriosas, pois somos uma agremiação que respeita e dá às mulheres vez e voz. Essas medidas encorajaram mais mulheres a se candidatarem nestas eleições”, destaca.

Tia Ju também desejou boa sorte para as candidatas republicanas de todo o Brasil. “Como secretária nacional do ‘Mulheres Republicanas’ e candidata à reeleição para deputada estadual do Rio de Janeiro, desejo a todas republicanas uma campanha tranquila com base em todas as informações que o movimento prestou nos cursos de capacitação e nas nossas idas aos estados, que foram muitos, tenho certeza que seremos vitoriosas”, completou.

Texto: Ascom Mulheres Republicanas Nacional, com informações do Tribunal Superior Eleitoral
Foto: cedida

Reportar Erro
Send this to a friend