Mudança nas executivas estaduais e formação de lideranças femininas

O mês de maio trouxe mudanças ao Mulheres Republicanas de todo o Brasil, com o objetivo primordial de ampliar o número de mulheres na política e fortalecer o movimento

Publicado em 13/01/2022 - 08:00

Brasília (DF) – Maio já começa com datas comemorativas importantes e ações para promover o fortalecimento do partido em todo o Brasil. A secretária do Mulheres Republicanas Rio Grande do Sul, Beth Colombo, promoveu uma live transmitida pelas redes sociais, em alusão ao Dia das Mães. Com mais de 2.000 visualizações, a live foi transmitida de Porto Alegre, com histórias fortes e emocionantes sobre a maternidade.

Reforçando a luta na garantia dos direitos e proteção às mulheres, a deputada federal (BA), Tia Eron, protocolou na Câmara dos Deputados, projetos de leis que teriam sido suspensos com o fim do seu mandato em 2018, reforçando seu compromisso com as mulheres e o povo da Bahia, como o Projeto de Lei 226/19 que obriga estabelecimentos comerciais a fixar em local público e visível placa para divulgar os telefones da Central de Atendimento à Mulher (Disque 180) e do Serviço de Denúncia de Violações aos Direitos Humanos (Disque 100). No mesmo período, foi realizada na Câmara Municipal de São Luís, no Maranhão, a cerimônia de inauguração da nova gestão da ‘Procuradoria da Mulher’, e a vereadora Rosana da Saúde (Republicanos), eleita para o seu primeiro mandato, aceitou o desafio e foi nomeada como Procuradora Adjunta da Mulher.

Mudanças nas executivas estaduais do Mulheres Republicanas de Mato Grosso e da Paraíba, reforçam as ações de inserção da mulher na política. O Mulheres Republicanas Mato Grosso, em solenidade híbrida, deu posse para a nova secretária estadual do movimento, a vice-prefeita de Alto Garças, Angelita Amorim, a Drª. Patrícia Araújo, passou a liderar o movimento em Cuiabá e Dayane Soares, ficou no comando de Várzea Grande. Pará, para dar novas estratégias ao movimento. Danielle Rodrigues assumiu a secretaria estadual do Mulheres Republicanas da Paraíba. A solenidade foi realizada em Brasília e contou com a presença do presidente nacional do Republicanos, o deputado federal Marcos Pereira (SP), do presidente do Republicanos Paraíba, deputado federal Hugo Motta, e da prefeita de Mamanguape (PB), Eunice Pessoa.

Ainda no mês de maio, a vereadora de Duque de Caxias, no Rio de Janeiro, Leide (Republicanos), se licenciou do seu 5º mandato e assumiu a Secretaria de Agricultura do município, na Baixada Fluminense, com o objetivo de reforçar a integração entre demais pastas e o fortalecimento das políticas públicas do setor. A primeira suplente do Republicanos, Bárbara Penna, tomou posse no lugar do vereador Alvoni Medida, que se licenciou do mandato, do dia 17 a 23 de maio. A republicana, que é sobrevivente de uma tentativa de crime de feminicídio ocorrida em 2013, concorreu na eleição para vereadora em 2020 e recebeu 3.814 votos.

Comitiva com lideranças femininas vai à Bahia

E para dar um basta na Violência Política sofrida pela prefeita de Cachoeira (BA), Eliana Gonzaga, as republicanas deputada estadual e secretária nacional do Mulheres Republicanas, Tia Ju (RJ), a secretária do Mulheres Republicanas Bahia, Rogéria Santos, a deputada federal Rosangela Gomes (RJ), acompanhadas da Secretária Nacional de Políticas para Mulheres, Cristiane Britto e a ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves, foram em comitiva para a Bahia e deixaram um recado a todos os praticantes e tolerantes de violência política contra as mulheres: Mexeu com uma, mexeu com todas!

Por fim, as republicanas de todo Brasil puderam conferir, ao vivo, por meio do canal do YouTube da militância, a realização do ‘Curso de Lideranças Femininas’, em diferentes regiões do Brasil. O evento, acontecia no formato híbrido (presencial e virtual), seguindo as orientações sanitárias devido a pandemia do Covid-19, uma parceria entre o ‘Mulheres Republicanas’ e a Fundação Republicana Brasileira (FRB) com a promoção da palestra da cientista política Daniela Rabello.

A primeira edição do Curso de Lideranças Femininas de 2021 foi transmitida diretamente da capital Fortaleza, no Ceará. Já a segunda edição, foi em Porto Alegre, no Rio Grande do Sul, ambas com o objetivo de promover capacitação e formação política para as mulheres do Republicanos, de maneira gratuita e segmentada.

Texto: Ascom – Mulheres Republicanas nacional
Fotos: cedidas

Reportar Erro
Send this to a friend