Kassia de Jesus afirma que a transformação social é o caminho da mudança

A pré-candidata é da cidade de Fortaleza

Publicado em 20/08/2020 - 08:39

Fortaleza (CE) – “Lugar de mulher é na família, na política e em uma sociedade transformadora”, essa é a ideologia que vai mover a candidatura da nossa pré-candidata à vereadora de Fortaleza, Rita de Kássia de Oliveira Lima, a Kássia de Jesus (37), mulher, mãe e chefe de família.

Há 17 anos na política, a pedagoga irá participar do pleito municipal pela segunda vez e se destaca nas atividade sociais, com um trabalho voltado para os idosos, através de artesanatos e também com adolescentes e jovens, voltados  para a prática dos esportes.

Mulheres Republicanas – Como foi sua origem política?

Kássia de Jesus – Sou natural de Fortaleza, filha de uma família humilde. Sempre convivi com o povo da periferia, pois era ali que eu vivia, e mesmo assim em nada isso me atrapalhou. Graduei-me em pedagogia e fiz pós-graduação em Administração Escolar e Assessoria de Comunicação. Essas formações me levaram a conhecer melhor o dia-a-dia das comunidades, como professora, diretora de escola, e assessora parlamentar de vereadores e deputados de nossa cidade. Ainda tenho, em minha origem política a convivência com meu pai, que foi vereador de Fortaleza.

Mulheres Republicanas – Como ingressou na política?

Kássia de Jesus – Ingressei na política através do meu pai. Vendo sua rotina, ideais e como gostava de fazer a política do bem. Ser educadora pude acompanhar de perto as famílias e, sobretudo as crianças com suas necessidades abrangentes e constatar que o poder público, em sua maioria das vezes fechava os olhos. Foi aí que vi que podia fazer muito mais por essas pessoas e me candidatei pela primeira vez em 2004 à vereadora de Fortaleza. Não fui eleita, mas não desisti, e por isso estou pré-candidata novamente nessas eleições de 2020.

Mulheres Republicanas – Qual seu objetivo como pré-candidata?

Kassia de Jesus – Meus braços não podem ficar cruzados vendo o sofrimento do povo e, sobretudo os da periferia. Quero ajudar a combater a corrupção. Não aceito ver os gestores, ocuparem cargos sem fazerem nada, sem ações que venham de encontro para solucionar os problemas de nossa gente.

Mulheres Republicanas – Porque escolheu o partido Republicanos?

Kassia de Jesus – Os Republicanos foi a minha escolha por que representa o novo nessa nação, embora sendo um partido conservador, no entanto o seu olhar é voltado para os menos favorecidos, os que estão realmente na ponta, aos que sofrem, aqueles que estão fora dos atendimentos do poder público e a margem da sociedade como um todo, além de ser um grande apoiador e motivador da mulher na política

Mulheres Republicanas – Como você vê o papel da mulher na política?

Kassia de Jesus – Ainda me entristece ver a indisposição das mulheres em participar da política com P maiúsculo, pois para muitas, a política é vista de uma forma natural se deixando levar simplesmente por um número de cotas, e isso tem que mudar. As mulheres na política não têm que deixar se igualar aos homens e ser massa de manobras e nos contentar com tão pouco. Precisamos ser voz e ter representatividade. Queremos direitos iguais, respeito e lugar.

Mulheres Republicanas – Qual sua prioridade se eleita?

Kássia de Jesus – Fazer com que haja justiça social neste país, onde os que moram na periferia não sejam discriminados representando apenas números para os que administram nossa nação, os estados e os municípios brasileiros.

Mulheres Republicanas – Qual o seu diferencial na política?

Kássia de Jesus – Sou verdadeira! Quero levar esperança e confiança aqueles que embora, fazendo parte dessa sociedade estão à margem, sem saúde, sem educação, sem segurança, sem habitação, sem infraestrutura, sem emprego e renda e muitos, sem se quer ter alimentação, vivendo pelas ruas das cidades. Este vai ser meu diferencial, lutar incansavelmente por uma mudança social.

Texto: Ascom – Mulheres Republicanas
Foto: Cedida

Reportar Erro