Edna Macedo reafirma seu voto contrário ao projeto sobre ajuste fiscal

Republicana e demais parlamentares registraram um Mandado de Segurança contra o projeto do Governo de São Paulo

Publicado em 07/10/2020 - 12:12

São Paulo (SP) – Em favor da população e contra as arbitrariedades do Governo de São Paulo, a deputada estadual Edna Macedo (Republicanos-SP), se colocou contra o projeto de Lei 529/2020, de autoria do Poder Executivo que estabelece medidas voltadas ao ajuste fiscal e ao equilíbrio das contas públicas e dá providências correlatas.

Edna fala sobre a extinção de várias instituições estatais e o ajuste fiscal. No vídeo das suas redes sociais, Edna desabafa sobre a aplicação do PL. “Venho reafirmar meu voto contra esse projeto insano. Eu jamais vou compactuar com esse governo. Quantas pessoas estão passando fome e em depressão por causa da pandemia do Covid-19, por não conseguirem se reerguer e reerguer suas atividades econômicas. Muitos não conseguem ainda se sustentarem. Reafirmo que jamais vou compactuar com esse desgoverno. Podem contar comigo. Estou sendo pressionada, mas vou continuar firme.  O governador deste estado está retirando serviços gratuitos como combate ao câncer, aumentando impostos, colocando em risco o emprego de milhares de paulistas”, disse.

Edna e outros parlamentares do PDO – Parlamentares em Defesa do Orçamento, registraram um Mandado de Segurança contra o PL 529/2020. “Eu e os membros do PDO protocolamos um mandado de segurança para barrar o PL 529/20. O Projeto, de autoria do Governador João Dória, além de aumentar impostos, também gera o desemprego e destrói o patrimônio público”, ressaltou.

A deputada Edna Macedo entrou em junho de 2020 para o PDO, na qual foi criado com o objetivo de vistoriar hospitais de campanha e demais instalações de saúde, revisar contratos e denunciar as possíveis irregularidades nos gastos e na aplicação dos recursos para o combate à Covid-19.

Texto: Gisele Rocha | Ascom Mulheres Republicanas Nacional
Fonte: Alesp
Foto: Reprodução

Reportar Erro