Carol Bonfim é pré-candidata a deputada estadual por Sergipe 

Republicana pretende promover cidadania e justiça social como suas bandeiras

Publicado em 21/07/2022 - 10:00

Aracajú (SE) – Todas as quintas, o “Eu sou 10” apresenta pré-candidatas que vão concorrer às eleições de outubro. Nesta semana, é a vez de Carol Bonfim, pré-candidata a deputada estadual pelo Republicanos Sergipe e secretária municipal do Mulheres Republicanas de Aracajú.

Carol tem 39 anos e é formada em serviço social e especialista em saúde mental de atenção psicossocial. Nascida em uma família de sete irmãos, Carol também é mãe da pequena Manuella e defensora da família tradicional e conservadora por natureza, levando esse princípio como instrumento de força e lealdade. “Sempre tive o anseio de contribuir com a transformação da sociedade. Diante das minhas experiências como filha, mãe, profissional e cidadã, gerou em mim essa inquietação para que eu, mulher, pudesse fazer parte da política e lutar por causas, não apenas por mulheres, mas por toda sociedade, promovendo sempre, cidadania e justiça social”, disse.

Carol já possui experiência na política. Ela já foi candidata à vereadora na capital sergipana pelo Republicanos. “A minha experiência política partidária iniciou em 2020, quando de forma minuciosa escolhi o Republicanos, por entender que alinhava aos princípios e ideologia no qual eu acredito e consequentemente recebi o convite para ser candidata a vereadora, e assim abracei o desafio. Hoje a política partidária faz parte do meu propósito de vida para contribuir com a construção e transformação de uma sociedade”, ressaltou.

A republicana destacou o Instituto da Restauração (Comunidade Terapêutica para Dependentes Químicos) e GAFER (Grupo de Apoio Fé para Recuperar), projeto idealizado por ela, com o objetivo de prestar serviços de assistência às famílias de forma psicossocial e espiritual referente às questões de vulnerabilidade social seja com mulheres em situação de violência doméstica, criança e adolescente, idoso, codependentes. “Conforme suas necessidades fazemos as intervenções e atualmente a maior demanda são as famílias dependentes que sofrem e precisam de orientação e apoio por ter um familiar ou amigo que é dependente químico ou de vícios de jogos”, aponta.

Por fim, Carol Bonfim ressaltou a construção da base política junto com os princípios cristãos e cobra uma maior atuação da Assembleia local com políticas voltadas para a melhoria da vida de toda a população. “Vemos uma Assembleia Legislativa pouco atuante nas questões diretamente ligada aos cidadãos, que se posiciona de forma distante da realidade social no qual estamos inseridos. A maior bandeira é o cidadão e, por isso, entendo que as propostas devem ser baseadas neles para uma maior qualidade de vida, construção e transformação da sociedade”, completa.

Mais mulheres na política  

Sobre o papel da mulher na política, Carol destaca que ser mulher já é um grande desafio. “As mulheres encontram grande dificuldades em ocupar espaços de poder, serem eleitas ou ter voz ativa nas tomadas de decisões políticas. Precisamos fortalecer a ocupação desses espaços que deixam as mulheres à margem dos processos de elaboração das políticas públicas e exercitar a democracia. Sou uma mulher na política e nos republicanos encontrei a minha voz”, disse.

Texto: Ascom Mulheres Republicanas Nacional
Foto: cedida

Reportar Erro
Send this to a friend