Novas regras para as eleições de 2022

Medida recente aprovada pela Justiça Eleitoral contribuirá com candidaturas femininas

Publicado em 12/01/2022 - 12:41

Olá, mulheres republicanas de todo Brasil!

O ano já começou com boas notícias. Nesta semana, a Justiça Eleitoral aprovou uma nova regra que pode ajudar muito as candidaturas femininas nas eleições de outubro de 2022. Ficou definido que, a partir deste ano, os partidos terão que passar de forma antecipada a verba de campanha relativa às cotas racial e de gênero.

Com o objetivo de evitar atrasos neste repasse, comuns nas eleições anteriores, a medida estabelece que as legendas terão que destinar o dinheiro a esses candidatos até 13 de setembro, a 19 dias da disputa e data final para que as campanhas apresentem a prestação de contas parcial.

Com certeza, a nova regra nos ajudará a planejar melhor nossas campanhas, além de ser mais um grande passo para conquistar a tão sonhada igualdade em disputas eleitorais. Até pouco tempo atrás éramos invisibilizadas. Somente em 1998 passou a valar a cota de gênero, que obrigou os partidos a lançarem no mínimo 25% de mulheres nas disputas, em 2000 a cota de gênero passou para 30%, mas somente em 2018 o Supremo Tribunal Federal (TSE) definiu que as legendas tinham que repassar a verba de campanha às mulheres proporcionalmente ao número de candidatas.

Porém, como todos sabem, a realidade é que alguns partidos recorrem às candidaturas laranjas, que consiste em campanhas femininas de fachada, tirando o nosso direito de fala, de representatividade e de uma sociedade mais justa. Por isso, me orgulho de fazer parte do Republicanos, um partido que tem como pilar a valorização da democracia e que entende que mulher na política não é uma cota, mas, sim, uma necessidade.

Mais um avanço é que este tipo de prática parece estar com os dias contados, já que p TSE prometeu mais rigor contra o uso de candidaturas femininas fictícias nestas eleições. De acordo com o TSE, a punição para este tipo de conduta será a cassação de diplomas ou mandatos de todos os candidatos da chapa partidária, “independente de prova de sua participação, ciência ou anuência”.

Estamos caminhando, mas temos pressa. Este ano, teremos a oportunidade de mudar ainda mais este cenário, trazendo mais igualdade e representatividade feminina para a política e para os espaços de poder. Você que não se filiou, ainda dá tempo de conquistar seu espaço e fazer a diferença através da política. Acredito que ainda avançaremos muito mais neste ano e a resposta, com certeza, virá nas urnas.

Vamos juntas, vamos em frente. Mais do que nunca, não podemos esmorecer.

Um forte abraço, que Deus abençoe a todas e contem sempre com a gente!

Mensagem da secretária nacional do Mulheres Republicanas, deputada estadual Tia Ju

 

Reportar Erro
Send this to a friend