PRB-DF pede o fim da violação dos direitos da pessoa idosa

PRB Idoso realizou encontro em Brasília no último sábado (11), com a presença do coordenador nacional Ricardo Quirino e lideranças republicanas

Publicado em 14/05/2019 - 00:00

Brasília (DF) – No último sábado (11), o PRB Idoso realizou um encontro em Brasília para debater a violação dos direitos da pessoa idosa. Na oportunidade, vários idosos vindos de diversas regiões do DF e do Entorno, assistiram às palestras sobre atividade física como proteção à saúde, a educação como forma de garantia de direitos da mulher em todas as idades e os impactos psicológicos causados pela violência doméstica.

O evento contou com a participação de psicológicos, profissionais da área de segurança pública, advogados, educadores, gerontólogos e lideranças republicanas como coordenador nacional do PRB Idoso, Ricardo Quirino; o presidente do PRB-DF, Wanderley Tavares; o deputado federal Julio Cesar (PRB-DF); o deputado distrital Martins Machado (PRB-DF); a coordenadora do PRB Mulher DF, Tânia Teixeira; e o coordenador do PRB Idoso DF, Hilton Louzada.

Para Ricardo Quirino, a violação dos direitos da pessoa parte de um motivo: a educação. “Estamos aqui para promover este debate e somente um de nós querendo mudança já será um diferencial neste mundo, sabemos que estamos ‘remando contra a maré’, ou seja, a sociedade não dá atenção para a pessoa idosa que sofre preconceito. Porém, unidos faremos a diferença”, disse.

“Vamos continuar o nosso trabalho levantando a bandeira do fim do preconceito contra a pessoa idosa e lutando pelos nossos direitos”, acrescentou Hilton Louzada.

O deputado federal Julio Cesar aproveitou para deixar um recado: “Em breve iremos realizar a nossa Frente Parlamentar em Defesa dos Direitos dos Idosos, que acontecerá no Plenário da Câmara Federal. Quero convidar todos os senhores e senhoras e firmar o meu compromisso com os idosos. Podem contar com o meu trabalho e carinho”, destacou o deputado federal.

Já Tânia Teixeira ressaltou a importância da educação e da valorização da mulher. “Desde que assumimos esta missão, assumimos o dever de lutar pelos direitos da mulher e vimos o quanto nos assusta a violência doméstica. Queremos mudar esta imagem e esse triste quadro. Vamos nos unir e mostrar que as mulheres são fortes”, enfatizou.

 

Texto: Geysa Albuquerque / Ascom – PRB Idoso
Edição: Agência PRB Nacional
Foto: Socorro Coelho

 

Reportar Erro