Antonio Vaz pede perfuração de poços para aldeias indígenas de Dourados

Poços artesianos em aldeias indígenas de Dourados (MS)

Deputado estadual Antonio Vaz (PRB-MS) pediu à Funasa, perfuração de poços artesianos nas aldeias Jaguapiru e Bororo

Publicado em 26/06/2019 - 00:00

Campo Grande (MS) – Atendendo ao pedido dos povos indígenas, o deputado estadual Antonio Vaz (PRB-MS) solicitou na segunda-feira (24), à Fundação Nacional de Saúde (Funasa), que perfure poços artesianos nas aldeias Jaguapiru e Bororo, localizadas ao norte da cidade de Dourados, no interior de Mato Grosso do Sul.

“Os indígenas ainda não têm acesso a água encanada. A falta de água potável pode levar a epidemias, não só em crianças, mas em adultos também, pois todos podem adoecer. Vômito, diarreia, gastroenterites, verminoses e uma série de doenças transmitidas por água contaminada”, justificou o republicano.

O líder comunitário Flávio Aristimunho do Nascimento, que fez o pedido ao deputado, defendeu a iniciativa. “Com água boa todos os indígenas vão ter mais saúde e vão viver melhor”, afirmou.

Segundo Antonio Vaz, a perfuração dos poços vai interromper um ciclo de doenças nas aldeias e garantir um ambiente de saúde e qualidade de vida aos povos indígenas da região.

Texto e foto: Ascom – deputado estadual Antonio Vaz
Edição: Agência PRB Nacional

Reportar Erro