Deputado Antonio Vaz destaca crescimento do PRB em todo o país

Republicano parabenizou o presidente nacional do PRB, deputado federal Marcos Pereira (SP), que em seu primeiro mandato foi eleito vice-presidente da Câmara dos Deputados

Publicado em 11/02/2019 - 00:00

Campo Grande (MS) – Durante sessão plenária realizada na quinta-feira (7), o deputado estadual Antonio Vaz (PRB-MS) parabenizou o presidente nacional do Partido Republicano Brasileiro, deputado federal Marcos Pereira (SP), que em seu primeiro mandato foi eleito vice-presidente da Câmara dos Deputados, lembrando que o PRB se destacou no cenário nacional como o segundo partido que mais cresceu em 2018.

Vaz falou sobre sua história pessoal, sua origem humilde, dificuldades para se formar em administração e do trabalho desenvolvido no estado como presidente do partido. “Aceitei o desafio de reestruturar o PRB no estado e, assim como o partido cresceu em todo o Brasil, também cresceu aqui em Mato Grosso do Sul. O PRB vem se destacando porque tem compromisso com a ética, com valores cristãos, defende políticas de mudanças para o desenvolvimento social, o fortalecimento das famílias e criação de trabalho”, ressaltou o republicano.

Antonio Vaz lembrou sua atuação como diretor-presidente da Funtrab/MS (Fundação do Trabalho), período em que o órgão registrou o segundo maior índice de criação de postos de trabalho no Brasil. “Mato Grosso do Sul tem um grande potencial para exploração responsável. Andei por todo esse estado, vi a necessidade do povo. Querem trabalhar, querem uma oportunidade”, afirmou.

O deputado Barbosinha (DEM), concordando com a explanação, ressaltou que é muito importante trabalhar com políticas públicas para explorar o potencial turístico do Estado, com responsividade. Vaz agradeceu a sua indicação como terceiro vice-presidente da Assembleia Legislativa de MS e reafirmou o compromisso de colaborar com o bom andamento dos trabalhos, apoiando tudo que for bom e justo para o estado.

Texto e foto: Ascom – AL/MS
Edição: Agência PRB Nacional

Reportar Erro