Reforma política

Jamais estaremos de acordo com decisões que possam dar vazão à corrupção, à impunidade, à injustiça, à perpetuação do poder, entre outros

Publicado em 08/07/2013 - 00:00

O PRB há muito trabalha por uma reforma política. E olha que ela está em discussão no Congresso Nacional antes mesmo da criação do nosso partido, que fará oito anos no próximo mês!

Amigos, temos sido questionados sobre nosso posicionamento a respeito desse tema. Por se tratar de uma matéria muito extensa, o que posso antecipar é que jamais estaremos de acordo com decisões que possam dar vazão à corrupção, à impunidade, à injustiça, ao coronelismo, à perpetuação do poder, à banalização do voto, entre outros. Nossa bancada no Congresso se desdobrará por uma reforma política que seja democrática e que traga equilíbrio ao sistema. Não vamos concordar com manobras! Estamos de olho!

O povo quer mudanças. A reforma política se apresenta como um instrumento ideal para isso. Mas considero que, acima de qualquer reforma política, o que vai trazer mudanças de fato é na hora de cada eleitor votar, ao escolher os seus representantes. Quem vai conduzir o nosso país? Quem vai comandar os estados e municípios? Quem vai legislar?

Ano que vem, teremos eleições gerais. Será, portanto, uma grande oportunidade para que todos os brasileiros possam analisar suas escolhas com cuidado, reavaliando principalmente as promessas firmadas por alguns políticos e que não foram cumpridas ou, por outro lado, quem desempenhou o mandato com decência, como um legítimo representante do povo, quem administrou as contas públicas dentro da legalidade, quem combateu com veemência a corrupção, etc.

Acredito que assim, caminharemos para um novo Brasil.

Boa semana a todos.

 

Marcos Pereira
Advogado e Presidente Nacional do PRB

Reportar Erro
Send this to a friend